MENU

Marina diz que ainda há tempo de chegar ao segundo turno

Marina diz que ainda há tempo de chegar ao segundo turno

Atualizado: Segunda-feira, 23 Agosto de 2010 as 4:54

A candidata do PV à Presidência, Marina Silva, disse nesta segunda-feira (23), que acredita em sua ida ao segundo turno das eleições. Em caminhada pelo mercado Municipal de São Paulo, declarou que não se pode “cantar vitória” ou “entregar os pontos” antes do tempo na corrida presidencial. Na última pesquisa Datafolha , divulgada no sábado (21), Marina aparece com 9% das intenções de voto, atrás do candidato do PSDB, José Serra (30%), e da petista Dilma Rousseff (47%).

“Para aqueles que já estão ‘cantando vitória’ antes do tempo e para aqueles que já estão entregando os pontos antes do tempo, estou chamando o eleitor brasileiro para a gente virar esse jogo e irmos para o segundo tempo. O segundo tempo é irmos para o segundo turno”, disse. Sem citar os adversários, ela ressaltou que ainda falta mais de um mês para a decisão do pleito. “Eu vejo que as pessoas ficam desanimadas, meio atordoadas, outros cantam vitória antes do tempo. Eu acredito na democracia e ainda temos 40 e poucos dias pela frente. E nesses 40 dias muita coisa pode acontecer.”

Para a candidata do PV, ainda há tempo para a comparação de biografias e propostas. "Às vezes uma determinada ansiedade em direcionar para este ou aquele lugar acaba criando saídas que não são as melhores para a democracia. Ainda há tempo de expor as histórias e as trajetórias e propostas dos candidatos para que a população faça a sua escolha", disse.

Marina não confirmou se pretende usar a imagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em sua campanha. “Eu vou dizer o que já disse anteriormente: tenho uma trajetória de 30 anos no PT e desses 30 anos [tenho] dedicada inclusive uma parte à eleição do presidente Lula. Mas podem ficar tranquilos, não vou negar minha história, mas também não vou fazer um uso oportunista da imagem do presidente.” Marina disse que queria manter um "suspense" na campanha.  “Vocês [jornalistas] querem uma eleição sem suspense, uma eleição com tudo já anunciado. Isso quem está fazendo são a candidatura oficial de oposição e a candidatura oficial de situação, em que tudo já é previsível", afirmou. "Deixa um pouquinho de surpresa que aí fica mais interessante.”

Postado por: Thatiane de Souza

veja também