MENU

Marina Silva recebe apoio de lideranças sindicais em SP

Marina Silva recebe apoio de lideranças sindicais em SP

Atualizado: Terça-feira, 24 Agosto de 2010 as 3:44

A candidata do PV à Presidência Marina Silva recebeu nesta terca-feira (24) em São Paulo o apoio de cerca de 40 dirigentes sindicais. Eles assinaram um documento intitulado "Manifesto de Apoio de Liderancas Sindicais à  Candidatura de Marina Silva" e vários se filiaram ao PV.

No evento, a candidata do PV defendeu que o Estado negocie com os movimentos sindicais mas de forma a preservar a autonomia dos sindicatos.

"Acho que o Estado tem que se relacionar sim com o movimento sindical, com as centrais sindicais. Existem os processos de negociação que dizem respeito aos interesses das categorias e tem que criar mesas de negociação. O que tem que se salvaguardar é a autonomia dos movimentos sociais, que não podem estar atrelados ao Estado", afirmou.

Em seu discurso, a candidata do PV ressaltou diferenças entre ela e os demais candidatos. “Quando eu olho para a Dilma, o Plínio e o Serra, agradeço a Deus por tê-los na concorrência. São pessoas qualificadas, são pessoas sérias, só que têm uma visão diferente da minha, e eu acho que a visão deles não é uma visão dos desafios desse inicio de século. Durante muitos anos eles representavam sim, o novo, a transformação, mas agora estão no discurso do final do século 19", disse.

Ela destacou semelhanças entre os candidatos Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) e disse que pensa diferente dos dois. “Eu sempre digo com todo o respeito que a ministra Dilma, o governador Serra são pessoas que eu prezo, respeito, e até tenho relação de amizade, mas são muito parecidos. São desenvolvimentistas, são crescimentistas, têm um perfil gerencial. É o perfil deles. Eu tenho uma forma diferente de pensar”, declarou.

A candidata disse ainda ter esperança de ir ao segundo turno, criticando, sem citar nomes, outros candidatos que estariam "cantando vitoria" ou "jogando a toalha" antes do tempo.

"Determinados movimentos me causam certo estranhamento. Alguns cantando vitória antes do tempo. E outros aparentemente jogando a toalha antes do tempo. Estou chamando a sociedade brasileira para que anime nosso time cada vez mais. E estou cada vez mais animada para jogarmos esse jogo democrático para o segundo tempo", disse.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também