MENU

Marinha pretende encerrar perícia em barco naufragado nesta quinta

Marinha pretende encerrar perícia em barco naufragado nesta quinta

Atualizado: Quinta-feira, 2 Junho de 2011 as 10:54

Peritos da Marinha devem terminar nesta quinta-feira (2) o trabalho de análise do Imagination, que naufragou no último dia 22, no Lago Paranoá, em Brasília, matando nove pessoas. Os peritos da Polícia Civil e da Marinha já haviam feito análises no começo da semana, quando a embarcação estava a 150 metros da terra. No fim desta quarta, sétimo dia da operação de retirada do barco, os bombeiros conseguiram deixá-lo a 30 metros da margem.

“A intenção é que este seja o último dia de perícia”, informou a tenente Andrea Delduque, da Marinha. Assim como a Polícia Civil, a Marinha investiga as causas do acidente, mas a punição aplicada pelos militares é de caráter administrativo. “Dependendo da culpabilidade apontada no laudo da perícia, podemos suspender a permissão de uso da embarcação ou cassar habilitação, por exemplo”, explicou a tenente. Dois peritos da Marinha especializados em acidentes náuticos avaliam a situação do barco naufragado.

A tenente Andrea Delduque disse ainda que é responsabilidade da Marinha acionar o dono da embarcação, tão logo a perícia seja concluída, para que ele retire o Imagination do lago. “O comandante da delegacia fluvial deve estipular um prazo para a retirada”, falou. De acordo ela, o dono Imagination tem colaborado com o trabalho da polícia e da Marinha e se apresentou sempre que foi solicitado.

Investigação criminal

O delegado Adval Cardoso, da 10ª Delegacia de Polícia, localizada no Lago Sul e responsável pela investigação criminal do acidente, calcula que mais de 80 pessoas já foram ouvidas sobre o naufrágio até está quinta. Cardoso disse que é muito importante ouvir o carpinteiro que trabalhou na reforma do Imagination, mas que está tendo dificuldade para encontrar essa pessoa.

O delegado espera o laudo da perícia para poder se pronunciar sobre o caso, mas acredita que “duas ou três pessoas” devem ser indiciadas. “Já tenho uma hipótese bem provável, mas preciso ter o laudo da perícia e ouvir mais pessoas para ter convicção”, comentou.

Içamento do barco

A operação para aproximar o barco da margem nesta quarta-feira (1º) foi marcada por imprevistos. Inicialmente, a embarcação foi deslocada por um rebocador. Os bombeiros tentaram por oito vezes amarrar a embarcação a um trator esteira, mas os cabos de aço e cordas de cânhamo não conseguiam sustentar o barco, que pesa cerca de 15 toneladas.     “Foi uma tarde difícil. Nós tentamos amarrar com cabo de aço, mas ele quebrou, as cordas arrebentaram, as colunas do barco arrancavam. Por fim, conseguimos arrastar o barco para a frente da área particular que foi cedida para a Marinha”, afirmou a major Vanessa Signale, ao fim da operação.

Naufrágio

O naufrágio do Imagination ocorreu por volta das 21h do dia 22 de maio. No momento do acidente, era realizada no barco uma festa organizada por uma empresária dona de um buffet. Mais de cem pessoas estavam no barco quando ele naufragou. Segundo a Marinha, o barco tinha capacidade para 90 passageiros e 2 tripulantes.         

veja também