MENU

Médica nega ter deixado plantão em hospital onde idoso morreu no RJ

Médica nega ter deixado plantão em hospital onde idoso morreu no RJ

Atualizado: Quarta-feira, 14 Dezembro de 2011 as 8:35

Após um idoso de 80 anos morrer por falta de atendimento médico em Duas Barras, na Região Serrana do Rio, a médica que, segundo a secretaria de Saúde da cidade, deveria estar de plantão no domingo (11), negou que tenha abandonado o trabalho antes do horário previsto.

Segundo Regina Lobo, o combinado era que ela trabalharia no hospital de Duas Barras apenas durante a manhã de domingo.

“Eu não sou médica plantonista de Duas Barras. Me ligaram e pediram para que eu pudesse fazer o favor de dar o plantão. Eu nem cobrei o plantão. Trabalho em Monerá (distrito de Duas Barras). O chefe do plantão de Monerá me perguntou se eu poderia fazer o plantão de domingo e eu disse que não tinha disponibilidade de fazer 24h, nem 12h, só poderia fazer a parte da manhã", explicou Regina. 

Ela diz que trabalhou até as 13h. "Cheguei às 8h e saí às 13h. Aí eles me ligaram por volta das 14h30 dizendo que tinha chegado um senhor já cadáver. Eu pedi para entrarem em contato com a direção do hospital, que não era plantão meu”, afirmou.

Segundo a secretaria, o idoso passou mal e não encontrou médicos para atendê-lo no único hospital da cidade. Ele teria ficado deitado em uma maca, aguardando atendimento, mas morreu antes da chegada de um médico.

A Secretaria de Saúde admitiu que a unidade ficou sem médico durante três horas no domingo. O secretário de saúde da cidade, Nacir Chicayban, diz que Regina Lobo abandonou o plantão antes do horário previsto e quer confrontar as informações da médica.

“Ela abandonar um plantão deixando um hospital sem médico é uma situação muito grave. A gente vai tentar colocar a médica junto com a pessoa que contratou o serviço, para ver o que aconteceu realmente”, comentou.

Um boletim de ocorrência foi registrado na 152ª DP (Duas Barras).      

veja também