MENU

Médico do SUS é denunciado por cobrar R$ 27 mil por cirurgia no PR

Médico do SUS é denunciado por cobrar R$ 27 mil por cirurgia no PR

Atualizado: Sexta-feira, 4 Novembro de 2011 as 12:43

Um médico do Sistema Único de Saúde (SUS) foi denunciado pelo crime de concussão – isto é, um tipo de extorsão no exercício do funcionalismo público, descrito especificamente no código penal. De acordo com a nota oficial do Ministério Público do Paraná, a Promotoria de Justiça de Proteção da Saúde Pública de Londrina (norte do estado) e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) concluíram que esse médico exigiu R$ 27 mil da família de uma paciente para realizar uma cirurgia. A mulher tinha 59 anos e um tumor na cabeça. De acordo com a investigação, foram emitidos nove cheques para o pagamento, seis deles apreendidos.

A ação descreve que no dia anterior à cirurgia, realizada no fim do ano passado, na Santa Casa de Londrina, houve a cobrança. Depois que a paciente voltou para Sertanópolis, operada, o médico foi com um advogado até lá para receber.

De acordo com a assessoria de imprensa da Santa Casa, o médico teria declarado que utilizou equipamentos próprios para o procedimento, o que justificaria, na concepção dele e do advogado dele, a cobrança. Porém, o hospital garantiu que tem os equipamentos necessários, “até porque outros médicos operam” lá, e que, independente do que seja usado, ninguém está autorizado a cobrar.

Uma fonte ligada ao hospital, que prefere não ser identificada, disse que “é muito comum que pacientes atendidos no particular mudem de ideia no meio do tratamento, por causa dos custos, e daí se estranhem com os médicos”. Segundo essa fonte, a paciente estava sendo tratada pelo médico fora do SUS.

O denunciado é de uma tradicional família com médicos de Londrina e atende também no hospital da Universidade Estadual da cidade.      

veja também