MENU

Médicos barram visita de deputado para poupar Lula

Médicos barram visita de deputado para poupar Lula

Atualizado: Segunda-feira, 5 Março de 2012 as 11:43

Segundo o parlamentar, sua presença no quarto foi proibida pelos médicos e ele foi recebido apenas pela ex-primeira dama, Marisa Letícia.

Ainda de acordo com Tatto, o motivo da restrição a visitas é que, quando recebe alguém, o ex-presidente acaba conversando além do que deve. "Se entrar no quarto ele fala, então pediram que eu não subisse", disse Tatto. Na conversa com Marisa, no entanto, soube que Lula "está bem".

A assessoria de imprensa do Instituto Lula informou que não há uma recomendação expressa para que Lula não receba visitas, apenas uma precaução para que ele descanse. Nesta manhã o ex-presidente declarou a quem o acompanhava estar se sentindo melhor. Ele segue tomando soro, conversa e caminha pelo quarto, de acordo com o Instituto.

O infectologista David Uip, um dos responsáveis pelo tratamento do ex-presidente, disse na noite de domingo que o ex-presidente tem pneumonia em fase inicial. Segundo o médico, o quadro começou teve início no sábado e foi diagnosticado ontem, após exames. Não há previsão de alta.

O câncer de Lula

Após queixa de dores de garganta, Lula realizou uma série de exames na noite de 28 de outubro de 2011. Na manhã do dia seguinte, foi divulgado boletim médico do Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo, informando que foi diagnosticado um tumor maligno na laringe, que seria inicialmente tratado por quimioterapia.

O câncer na região da laringe é mais comum entre homens e o de maior incidência na região da cabeça e pescoço. Os principais fatores que potencializam a doença são o tabagismo e o consumo de álcool. Já os sintomas são: dor de garganta, rouquidão, dificuldade de engolir, sensação de "caroço" na garganta e falta de ar.

veja também