Médicos de Betim fazem paralisação de 24 horas

Médicos de Betim fazem paralisação de 24 horas

Atualizado: Sábado, 26 Março de 2011 as 11:04

Os médicos da rede pública de Betim (MG) fazem nesta sexta-feira uma paralisação por 24 horas do atendimento. A paralisação, que teve início hoje às 7h e vai até as 7h de sábado (26), é uma forma de protesto contra a proposta da prefeitura, que ofereceu apenas bônus para a categoria.

A paralisação foi decidida em assembleia da categoria, no Sinmed (Sindicato dos Médicos de Minas Gerais), no dia 15 de março.

O sindicato não soube informar quantos médicos aderiram à paralisação, mas disse que a adesão foi abaixo do esperado pois a maioria dos médicos não é concursada e tem medo de perder o emprego.

De acordo com o sindicato, quatro UAIs (Unidades de Atendimento Imediato) - Alterosas, Guanabara, Sete de Setembro e Teresópolis - funcionam de forma precária, superlotadas, com vários buracos nas escalas por falta de médicos, com estrutura física inadequada, falta de equipamentos e medicamentos.

Os médicos reivindicam melhoria das condições de trabalho com garantia de equipes completas de serviços, com realização de concurso público para preenchimento das vagas, e garantia da disponibilidade constante de medicamentos, materiais e equipamentos médicos em todas as unidades de saúde.

Eles também pedem a recomposição dos vencimentos básicos, cálculo dos adicionais sobre o salário base e extensão dos benefícios conquistados aos médicos contratados.

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Betim, mas não não houve retorno.  

veja também