Médicos fazem paralisação em Olinda

Médicos fazem paralisação em Olinda

Atualizado: Quarta-feira, 3 Março de 2010 as 12

Médicos da rede municipal de Olinda, em Pernambuco, fazem uma paralisação prevista para durar até a noite de quinta-feira (4). O vice-presidente do Sindicato dos Médicos de Pernambuco, Silvio Rodrigues, explicou ao G1 que apenas procedimentos de emergência estão sendo realizados.

"Estamos atendendo normalmente operações de emergência e partos. Suspendemos apenas os serviços eletivos, cirurgias e consultas previamente marcadas", afirmou Rodrigues.

De acordo com o sindicato, 70% dos médicos da rede municipal aderiram à paralisação. Após uma assembleia que será realizada na noite de quinta-feira, os médicos devem voltar ao trabalho.

Rodrigues ressalta que a categoria reivindica equiparação salarial com os médicos do estado, além de melhores condições de trabalho e contratação de mais profissionais.

"O salário do médico da prefeitura é de R$ 882. Queremos equiparação com os contratados pelo estado, que têm salário de cerca de R$ 3 mil. Estamos aguardando contato com a prefeitura e vamos definir, na quinta, quais os próximos passos do protesto", disse Rodrigues.

Prefeitura

A assessoria da Prefeitura de Olinda informou que vai divulgar um posicionamento sobre a paralisação até sexta-feira. A assessoria ainda diz que poucos médicos aderiram ao protesto e que os postos de saúde estão funcionando normalmente.

veja também