MENU

Médicos paralisam atendimentos feitos pelo SUS por 24h, no ES

Médicos paralisam atendimentos feitos pelo SUS por 24h, no ES

Atualizado: Segunda-feira, 24 Outubro de 2011 as 3:29

Cerca de 90 mil atendimentos feitos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Espírito Santo estarão suspensos nesta terça-feira (25), devido à paralisação dos médicos que atuam junto ao SUS, segundo o Sindicato dos Médicos do ES (Simes). Procedimentos como cirurgias eletivas, consultas e diagnósticos, deixarão de ser feitos por 24h em todo o Estado. Estão garantidos apenas atedimentos de urgência e emergência.   De acordo com o Simes, cerca de seis mil médicos vão paralisar os serviços. De acordo com o presidente do sindicato, Otto Baptista, eles protestam contra más condições de trabalho e de estrutura. "Infelizmente, não temos como trabalhar do jeito que estamos. Isso foi decidido em assembleia, é um movimento nacional", afirma.

A concentração da diretoria do Simes, da Associação Médica do ES (Ames) e dos conselheiros do CRM/ES para visitação às unidades de urgência e emergência, acontece em frente à Assembleia Legislativa, no início da manhã desta terça-feira.

A paralisação acontecerá em pelo menos 11 estados: Bahia, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rondônia, Espírito Santo, Rio Grande do Norte e Sergipe. Nos estados de Santa Catarina, Maranhão, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina, estão previstas a realização de manifestações públicas em protesto contra a precariedade da rede pública de saúde.        

veja também