MENU

Médicos recebem treinamento sobre leptospirose em Joinville

Médicos recebem treinamento sobre leptospirose em Joinville

Atualizado: Quinta-feira, 4 Dezembro de 2008 as 12

Setenta médicos da região Norte e Nordeste de Santa Catarina receberam na última quarta-feira, 3 dezembro, capacitação para atuar no tratamento da Leptospirose. O treinamento ocorreu no auditório da Udesc e foi organizada pela Gerência de Saúde da Secretaria Regional de Joinville em parceria com a Secretaria de Saúde de Joinville. O curso foi ministrado pela Dra. Carin Albino, da Secretaria de Saúde de Joinville.

O gerente de Saúde da SDR Joinville, Douglas Machado, faz um alerta para o risco da ocorrência de leptospirose neste momento pós-enchente. Em todos os casos suspeitos é coletado sangue para confirmação ou não da existência da doença que tem período de encubação de 3 a 30 dias.

"É importante que todos aqueles pacientes que foram classificados como suspeitos autorize o serviço de Vigilância Epidemiológica a coletar seu sangue para realização do exame", afirma Machado.

A Gerência Regional de Saúde recomenda que as pessoas lavem suas casas com água e hipoclorito de sódio a 2,5% na seguinte proporção: para um balde de 20 litros de água, adicionar quatro xícaras de água sanitária. "Toda limpeza deve ser feita com luvas e botas de borracha evitando o contato direto com a água ou lama," esclarece o gerente.

A vigilância de epidemiológica de cada município deve acompanhar o paciente durante o tratamento. Desta forma, todas as cidades poderão fazer levantamento de quantos casos tiver na localidade. Os sintomas da doença são dores de cabeça, dores na panturrilha, vômito, febre, icterícia (partes da pele amarelada). O tratamento ocorre através de antibióticos que devem ser prescritos por médicos.

Quando houver suspeita da contaminação da água a ser ingerida, é necessário utilizar duas gotas de água sanitária (hipoclorito de sódio a 2,5%) para cada litro de água e aguardar 30 minutos para consumir. A limpeza na caixa de água também deve ser feita.

Postado por: Claudia Moraes

veja também