Médicos-residentes fazem passeata no centro de Curitiba

Médicos-residentes fazem passeata no centro de Curitiba

Atualizado: Segunda-feira, 30 Agosto de 2010 as 3:01

Cerca de 200 médicos-residentes que aderiram á paralisação nacional da categoria promoveram uma passeata na manhã desta sexta-feira (26), em Curitiba. O grupo se reuniu em frente ao Hospital de Clínicas (HC) por volta das 10h e seguiu em caminhada pelas ruas do centro até a Santa Casa de Misericórdia, na Praça Rui Barbosa.

Agentes da Diretoria de Trânsito (Diretran) e Urbanização de Curitiba (Urbs) acompanharam a caminhada, que passou pelas ruas XV de Novembro, João Negrão e Marechal Deodoro.O trânsito na região ficou complicado durante toda a manhã.

Segundo a presidente da Associação dos médicos-residentes do Hospital de Clínicas (HC), Viviane Bressan, representantes da categoria tem uma reunião hoje, a partir das 14 horas no HC. "Vamos discutir os rumos da paralisação e as ações que faremos a partir da próxima semana", diz.

Os médicos-residentes pedem aumento da bolsa-auxílio, de R$ 1.916 para aproximadamente R$ 2,7 mil, auxílio-moradia e alimentar, supervisão dos professores, ampliação da licença-maternidade, reajuste anual e respeito ás 60 horas de trabalho por semana.

Inquérito

A Promotoria de Justiça de Proteção á Saúde Pública de Curitiba instaurou inquérito civil público para apurar como a paralisação está afetando a população que depende do Sistema Único de Saúde (SUS). Os dados serão recolhidos com os hospitais afetados, além da Associação dos Médicos Residentes do Paraná (Amerepar) e Conselho Regional de Medicina.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também