MENU

Menina é estuprada após rompimento de 'Pulseira'

Menina é estuprada após rompimento de 'Pulseira'

Atualizado: Terça-feira, 30 Março de 2010 as 12

As pulseirinhas de silicone aparentemente inofensivas que muitas jovens usam, se tornou um acessório polêmico há algum tempo. Dessa vez ''as pulseirinhas do sexo'' fizeram uma vítima em Londrina.

Uma menina de 13 anos foi violentada por quatro rapazes na semana passada depois de sair da escola. De acordo com os policiais da Delegacia do Adolescente, onde está sendo investigado o caso, as pulseirinhas foram a causa da agressão à menina.

Em seu depoimento, ela relatou que teria conhecido o grupo de rapazes no Terminal Urbano de transporte coletivo, os quais teriam arrebentado as pulseiras e depois obrigando-a a manter relações sexuais.

Algumas escolas já estão proibindo o acessório e especialista alerta para a gravidade da situação.

Um dos meninos relatou que as relações teriam acontecido na casa dele, com o consentimento da menina. Mas confirmou que tudo começou por causa das pulseiras que ela utilizava. Já a garota relatou que aconteceu um estupro.

Por: Alexandre Farias

veja também