MENU

Menor é detido com dinamites que estavam enterradas em Cuiabá

Menor é detido com dinamites que estavam enterradas em Cuiabá

Atualizado: Terça-feira, 29 Novembro de 2011 as 2:14

As cinco bananas de dinamite estavam em uma

bolsa (Foto: Pollyana Araújo/ G1) Cinco bananas de dinamite foram apreendidas pela Polícia Militar com um adolescente de 17 anos nesta segunda-feira (28) no bairro Jardim Vitória, em Cuiabá. Segundo informações da PM, o menor alegou que os explosivos, utilizados para arrombar caixas eletrônicos, pertenciam a um presidiário que lhe pediu para enterrar os artefatos.

Ainda segundo a polícia, o adolescente deixou os explosivos enterrados em um matagal que fica na divisa entre os bairros Jardim Vitória e Jardim União, na capital, por alguns dias aguardando orientação do detento sobre a medida a ser tomada. Porém, uma segunda pessoa solicitou que o adolescente pegasse a dinamite e a levasse até uma creche onde uma pessoa estaria o aguardando.

Como ficou com medo de ser pego pela polícia, o menor pediu a dois colegas que levassem as dinamites que estavam em uma bolsa verde ao local indicado. No entanto, a equipe de inteligência, recebeu uma denúncia anônima que os adolescentes portavam os explosivos. Diante disso, os policiais acompanharam os dois rapazes e os abordaram. Ao fazer a revista, a polícia encontrou os explosivos.

Ainda de acordo com a PM, os colegas relataram que apenas estavam fazendo um favor para o adolescente e que não sabiam o que tinha na bolsa. Em seguida, os policiais se dirigiram até a residência do suspeito e fizeram a apreensão dele.

O delegado plantonista do Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc), do bairro Planalto, na capital, Cley Batista, afirmou ao G1 , que o caso será encaminhado à Delegacia Especializada do Adolescente (DEA).

Furto de dinamites

Recentemente, foram furtados aproximadamente 45 bananas de dinamite de uma pedreira. Até o momento, 14 explosivos foram recuperados da casa de um suspeito localizada no bairro Alvorada, em Cuiabá. A polícia ainda não constatou se as cinco dinamites encontradas com o menor também pertencem a mesma empresa.      

veja também