MENU

Menor suspeito de matar alunas é transferido para Fundação Casa

Menor suspeito de matar alunas é transferido para Fundação Casa

Atualizado: Segunda-feira, 23 Maio de 2011 as 12:56

Pai disse que desempenho escolar de Elaine caiu nos últimos meses (Foto: Letícia Macedo/ G1)

  O adolescente de 15 anos, suspeito de matar duas estudantes em Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo, foi transferido na manhã desta segunda-feira (23) de uma cela da cadeia pública de Barueri para uma das unidades da Fundação Casa (antiga Febem), na capital paulista. A informação da transferência foi confirmada pela assessoria de imprensa da fundação e pela Polícia Civil.

As amigas Elaine Gomes da Cruz e Raizza Tavares, ambas de 13 anos, estavam desaparecidas desde 5 de maio e foram encontradas mortas no sábado (13) perto de uma represa. O motivo do crime seria o fato de uma delas estar grávida. Dois adolescentes que estudavam na mesma escola das vítimas foram detidos na quarta-feira (18) como suspeitos dos homicídios.

  Para a polícia, um dos garotos teve um relacionamento com Elaine se irritou ao saber da suposta gravidez da menina. Elaine e Raizza teriam sido afogadas ou esganadas. Um outro adolescente, também de 15 anos, teria participado do crime.

Na quinta (19), a Justiça decretou a custódia dos dois menores de 18 anos de idade. O G1 apurou que o garoto que teve um relacionamento com Elaine foi internado provisoriamente no Brás, onde deverá ficar pelo período máximo de 45 dias até que seja julgado por um juiz da Vara da Infância e Juventude pelo assassinato. Como é menor de idade, o adolescente deverá cumprir uma medida sócio educativa pelos homicídios.

O outro garoto de 15 anos que estava na cena do crime continua num abrigo na Grande São Paulo e não há previsão se ele será transferido para a Fundação Casa.

Confissões

Segundo a delegada Fabiana Faria de Paula Abdallah, assistente da delegacia municipal de Santana de Parnaíba, cada um dos adolescentes apreendidos deram uma versão diferente para o assassinato das garotas.

O menor que teve um relacionamento com Elaine confessou ter matado Raizza no sábado (21), durante a reprodução simulada do crime, segundo informou nesta segunda a delegada Fabiana Abdallah. “Ele disse que matou Raizza. E contou que seu amigo matou Elaine”, disse. Participaram dos trabalhos os dois garotos suspeitos na presença de peritos da Polícia Técnico Científica, advogados e de um promotor.

Essa versão difere da apresentada anteriormente pelo amigo desse adolescente. Ele havia dito que o garoto de 15 anos que teve um envolvimento com Elaine matou a menina e a amiga dela, Raizza.

“As versões são diferentes, mas foram reproduzidas na reconstituição. Pelo que temos das declarações, o rapaz que teve relacionamento com uma das meninas ficou descontrolado porque, a princípio, uma das vítimas insistia que estava grávida, e fez o teste quatro vezes. Ele teria ido comprar o kit e, quando viu que deu negativo, se descontrolou e disse que estava querendo enganá-lo”, disse a delegada Fabiana.

A delegada aguarda agora o resultado dos exames feitos pelo Instituto Médico Legal (IML), que vão apontar as causas das mortes das garotas e saber se uma delas estava mesmo grávida, para concluir o inquérito. Os corpos das meninas estão sendo estudados pelos peritos depois de a Justiça autorizar na sexta-feira (20) a exumação delas, que haviam sido enterradas dias antes.          

veja também