MENU

Menos de um mês após reforma, hospital tem goteiras e infiltração

Menos de um mês após reforma, hospital tem goteiras e infiltração

Atualizado: Segunda-feira, 20 Junho de 2011 as 4

Menos de um mês depois de ser reformado, o centro cirúrgico do Hospital Municipal de Ponta Grossa apresentou problemas de alagamento e infiltração. A reforma custou R$ 350 mil e a reinauguração ocorreu no fim do mês de maio.

Os primeiros problemas apareceram uma semana após a reinauguração, quando o centro cirúrgico ficou alagado após uma chuva - as cirurgias marcadas tiveram de ser adiadas. Na época, a diretoria do hospital que a empresa responsável pela obra resolveria o problema, no entanto, a situação não foi resolvida.

No último domingo (19), o hospital apresentava diversas goteiras e algumas salas ficaram alagadas devido ao forro danificado. A situação foi decorrente de uma infiltração causada pelo sistema de ar-condicionado. O secretário de saúde do município, Winston Bastos, afirmou que o problema não deve se repetir: “Já está desativada esta máquina, e o serviço de manutenção está providenciando o acerto...”, disse.

Os pacientes que tinham cirurgias marcadas ainda não sabem quando poderão ser operados – alguns receberam alta.          

veja também