MENU

Mercadante lança plano de governo a uma semana da eleição

Mercadante lança plano de governo a uma semana da eleição

Atualizado: Sexta-feira, 24 Setembro de 2010 as 9:25

Diretrizes, que resumem propostas já feitas na campanha, foram apresentadas em evento esvaziado de outros candidatos em SP A pouco mais de uma semana para as eleições, o senador Aloizio Mercadante (PT) lançou nesta quinta-feira à noite as 13 diretrizes que compõem seu programa de governo na disputa pela sucessão em São Paulo. Na apresentação do programa, o candidato petista apenas resumiu algumas das principais ideias que tem falado desde o início da campanha, com críticas ao que chama de abuso dos pedágios e a promessa de acabar com a progressão continuada nas escolas.

O evento reuniu representantes de entidades e movimentos populares no Palácio dos Trabalhadores, da Força Sindical, no centro da capital paulista. O comando da candidatura estava representado apenas pelo prefeito de Osasco, Emídio de Souza (PT), coordenador da campanha de Mercadante. Nem mesmo o candidato a vice na chapa, Coca Ferraz (PDT), e os candidatos ao Senado, Marta Suplicy (PT) e Netinho de Paula (PC do B) prestigiaram o lançamento.

As propostas foram reunidas em 13 encartes com os temas “desenvolvimento econômico”, “desenvolvimento regional”, “preservação ambiental e sustentabilidade”, “educação”, “segurança pública”, “transporte”, “saúde”, “infraestrutura urbana”, “promoção da cidadania”, “juventude”, igualdade para mulheres”, “igualdade racial” e “democracia e controle social”.

Após a apresentação, o senador admitiu que, do ponto de vista eleitoral, o ideal seria que o programa tivesse sido concluído antes. “Seria muito melhor. Mas é um processo muito grande, com mais de 40 grupos de trabalho. Fizemos várias conferências temáticas”, disse o senador, em refer&s869;ncia aos encontros promovidos pelo partido para que fossem discutidos os temas ao longo da campanha. “No programa de TV estamos sempre colocando as principais diretrizes”, afirmou.

Mercadante lembrou, após a apresentação, que o principal adversário, Geraldo Alckmin (PSDB), favorito para vencer as eleições no primeiro turno, ainda não lançou seu programa de governo. “O programa é uma forma de você sistematizar seus compromissos, diretrizes e prioridades. Como é um instrumento de cobrança de população, eles nunca deram importância. (…) E eu quero deixar registrado, de forma transparente, quais são meus compromissos.”

Pesquisas

Em relação à última pesquisa Datafolha, que apontou cenário estável na disputa estadual – 51% para Alckmin e 23% para Mercadante – o petista afirmou que mantém a confiança. “Vamos aguardar outras pesquisas. Tenho absoluta convicção do que estou sentindo nas ruas, que é meu crescimento e a queda do meu principal adversário”, afirmou.

veja também