MENU

'Meu momento é o momento do silêncio', diz ministro Luiz Sérgio

'Meu momento é o momento do silêncio', diz ministro Luiz Sérgio

Atualizado: Quinta-feira, 9 Junho de 2011 as 11:40

O ministro das Relações Institucionais, Luiz Sérgio, evitou nesta quinta-feira (9) comentar as reclamações sobre sua atuação na articulação política do governo. "Na política há momentos para se falar, há momentos em que o político fala muito e há momentos para se calar. O meu momento é o momento do silêncio", afirmou o ministro ao chegar para evento em um hotel no Rio de Janeiro.

Parlamentares da base aliada e do próprio partido do ministro, o PT, têm reclamado de Luiz Sérgio. Reportagens publicadas nos últimos dias apontam para a substitução dele nas Relações Institucionais após a saída de Antonio Palocci da Casa Civil. Palocci ajudava Luiz Sérgio nas negociações com o Congresso e foi um dos principais porta-vozes do governo federal durante a negociação do Código Florestal na Câmara dos Deputados.

O ministro Luiz Sérgio disse nesta quinta considerar "natural" o pleito de mais participação no governo por parte de partidos da base. "É muito natural que todos os partidos que participam do governo, que participaram da coalizão que foi vitoriosa com a vitória da presidente Dilma, no dia a dia da política reivindiquem uma participação maior. Isso é um processo natural. Se dá tanto por parte do PMDB como se dá por parte do meu partido, o PT."

Quando questionado sobre se a saída de Palocci prejudicaria a articulação política do governo, Luiz Sérgio encerrou a entrevista e seguiu para o evento.

Luiz Sérgio falou rapidamente com jornalistas ao chegar para a reunião Diálogos Federativos da Região Sudeste, promovida pelo Ministério do Planejamento em um hotel no Rio. Participam representantes das Secretarias de Planejamento do Rio, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo. O objetivo do evento é discutir as políticas públicas que deverão constar dos Planos Plurianuais (PPA) 2012-2015 de cada estado.

"O governo entende que é muito importante que o PPA do governo federal possa ter uma boa relação, uma boa integração, uma afinidade com os PPAs estaduais e municipais", disse o ministro sobre o evento.

Luiz Sérgio participou da abertura do evento, mas deixou o hotel por uma saída de serviço, pelos fundos, e não voltou a falar com jornalistas.        

veja também