MENU

Mil homens trabalharão na segurança da posse de Dilma, diz Planalto

Mil homens trabalharão na segurança da posse de Dilma, diz Planalto

Atualizado: Quarta-feira, 29 Dezembro de 2010 as 9:55

O chefe da Comunicação Social do Comando Militar do Planalto, coronel Carlos Penteado, afirmou nesta terça-feira (28) que a segurança durante a cerimônia de posse da presidente eleita Dilma Rousseff, no dia 1º de janeiro, contará com cerca de mil homens das Forças Armadas, polícias Civil, Militar, Federal e Rodoviária Federal.

"Para a parte da segurança, teremos em todas as instituições e organizações envolvidas pouco mais de mil homens. Estamos trabalhando há mais de seis meses com esse planejamento. Essas reuniões são para fecharmos os chamados 'ajustes finos'", disse o coronel.

Representantes da Marinha, Aeronáutica, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar, Bombeiros e Polícia Federal se reuniram nesta terça no Comando Militar do Planalto, em Brasília, para discutir a segurança da cerimônia de posse. Uma última reunião deve ocorrer nesta quarta-feira (29), para fechar detalhes do cerimonial militar, como escolta e batedores.

Segundo Penteado, dos cerca de mil homens que traalharão na segurança da festa de posse, entre 350 e 400 militares serão das Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica).

De acordo com o coronel, o esquema de segurança não será alterado em caso de chuva. "Também fazemos treinamentos em caso de mau tempo. A mobilização de pessoal é a mesma", afirmou.

veja também