Minas Gerais realiza ação contra exploração sexual de menores

Minas Gerais realiza ação contra exploração sexual de menores

Atualizado: Quarta-feira, 1 Abril de 2009 as 12

O enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes será o foco de uma ação educativa na Ceasa Minas Contagem, nesta quarta-feira, dia 1º de abril, a partir das 8 horas. A iniciativa faz parte da Campanha Proteja Nossas Crianças, coordenada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) e o Serviço Voluntário de Assistência Social, e deve envolver cerca de 10 mil pessoas que passam pelo local. O objetivo é despertar a atenção e conscientizar o público sobre a importância de denunciar crimes de violência, abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes por meio do Disque Direitos Humanos (0800 31 11 19).

A equipe da ação educativa vai abordar os motoristas na entrada da Ceasa e realizar panfletagem no mercado livre do produtor. Compradores, produtores, carregadores e caminhoneiros irão receber o material gráfico da campanha Proteja Nossas Crianças, que traz o número do Disque Direitos Humanos e enfatiza que o serviço é gratuito e mantém a identidade do denunciante preservada.

Além disso, será inaugurada uma placa na entrada da Ceasa com a seguinte frase: “A exploração sexual de crianças e adolescentes é crime. Penas de 1 a 10 anos de prisão. Denúncias 0800 31 11 19”.

Mais ações

As próximas mobilizações serão em junho e dezembro nas unidades de Caratinga, Governador Valadares, Barbacena, Juiz de Fora, Uberlândia e novamente em Contagem. As ações nas unidades em Minas fazem parte do Termo de Cooperação técnica assinado entre Sedese e Ceasa.

A ação tem o apoio do Conselho Estadual da Criança e do Adolescente (Cedca), Conselho Estadual dos Direitos Humanos (Coned), Polícia Militar do Estado de Minas Gerais (PMMG), Polícia Civil, Associação dos Comerciantes da Ceasa, Vara da Infância e do Adolescente de Contagem, Conselhos Tutelares dos bairros Nacional e Ressaca, Rede Cidadã, Pastoral do Menor da Arquidiosese de Belo Horizonte, Casa dos Conselhos de Contagem, Saúde do Trabalhador de Contagem, do Serviço de enfrentamento à violência, abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes de Contagem e da prefeitura de Ribeirão das Neves.

Campanha

A Campanha Proteja Nossas Crianças é a maior iniciativa já realizada no país de combate à violência doméstica e à exploração sexual de crianças e adolescentes. Envolve toda a sociedade civil, estimulando a população mineira a denunciar casos de violência. A campanha publicitária, lançada em 15 de maio, foi dividida em duas etapas. A primeira voltada para o combate à exploração sexual e a segunda fase abordou a violência doméstica.

O número de denúncias de crimes contra crianças e adolescentes cresceu 45% em 2008 em comparação com ano anterior: foram 2.735, contra 1.895.

Nos dois primeiros meses deste ano, o Disque Direitos Humanos recebeu 327 denúncias envolvendo crimes contra crianças e adolescentes, média de seis por dia. A maioria foi de violência física intrafamiliar, com 148 denúncias. No mesmo período de 2008, foram 309 denúncias.

Serviço

Ação educativa de enfrentamento a exploração sexual de crianças e adolescentes

Local: Ceasa Minas Contagem (Rodovia 140, Km 688, bairro Guanabara)

01/04/2009

Horário: 8h às 11h

veja também