MENU

Ministério Público do Trabalho encontra 70 trabalhadores em situação de trabalho escravo

Ministério Público do Trabalho encontra 70 trabalhadores em situação de trabalho escravo

Atualizado: Segunda-feira, 1 Dezembro de 2008 as 12

O empreendimento imobiliário Fazenda Parque Recreio, no Recreio dos Bandeirantes, bairro da zona oeste do Rio de Janeiro, foi autuado pelo Ministério Público do Trabalho pela prática de trabalho análogo a escravo. Numa operação realizada na última terça-feira, 25 de novembro, os fiscais encontraram no local das obras cerca de 70 homens em situação de escravos.

Os trabalhadores vindos da Paraíba e de Pernambuco estavam na obra desde outubro com a promessa de ganhar salário médio de R$ 800,00. Os operários , no entanto, tiveram as carteiras de trabalho retidas, deviam aos empregadores e moravam em alojamentos impróprios, sem água potável e nem condições de higiene e segurança. Os fiscais também constataram que os trabalhadores não possuíam equipamentos de segurança e tinham que pagar pela alimentação e moradia.

A procuradora do Trabalho Juliane Mombelli disse que os homens já chegavam ao local de trabalho com uma dívida de R$ 300, 00 referente ao preço da passagem do ônibus para o Rio de Janeiro.“A denúncia nos surpreendeu, já que esses casos acontecem mais no campo”, disse a procuradora.

De acordo com a assessoria de imprensa do Ministério Público do Trabalho, o responsável pelo empreendimento não se encontrava no local da obra. Ele tem até sexta-feira, 28, para apresentar todos os dados referentes aos trabalhadores.

*Imagem ilustrativa.

Postado por: Claudia Moraes

veja também