MENU

Ministra Gleise diz que governo está conseguindo fazer a inflação cair

Ministra Gleise diz que governo está conseguindo fazer a inflação cair

Atualizado: Segunda-feira, 4 Julho de 2011 as 8:57

A ministra-chefe da Casa Civil Gleise Hoffmann esteve em Curitiba no fim de semaan e contou como está a rotina de trabalho após assumir, em 9 de junho, a nova atividade no Palácio do Planalto. Em entrevista veiculada nesta segunda (4) pela RPC TV, ele faz um balanço do primeiro mês no cargo que anteriormente era ocupado por Antônio Pallocci.

A primeira observação da ministra na entrevista é que a nova rotina de trabalho ficou bem mais puxada. "Em Brasília, minha responsabilidade é muito grande, todos os dias começo a trabalhar muito cedo e saio muito tarde. Me reúno diariamente com a equipe e logo em seguida com a presidente Dilma Roussef", contou.

Gleise disse ainda que Dilma se dedica muito ao trabalho e que também "entra cedo e sai tarde".  "Eu tenho acompanhado quase todas essas reuniões onde ela apresenta os projetos para que depois nós possamos encaminhar tudo e possamos obeter os resultados que ela [a presidente] espera e que o Brasil também aguarda", comentou.

A ministra afirmou também que a prioridade de sua função é principalmente no foco da estabilidade econômica com crescimento, desenvolvimento e inclusão social. "2011 é um ano de ajuste, o governo cortou R$ 50 bilhões do orçamento, já fez a metade do superávit primário pretendido para o ano todo antes da metade do ano. Estamos conseguindo fazer com que a inflação caia. Agora o IGPM (Índice Geral de Preços - Mercado) saiu com -0,18, ou seja, negativo, deflação. Enfim, a economia está muito bem estruturada", comemora.

Uma das maiores preocupações de Gleise nesse momento é a estruturação do Ministério da Saúde e a Infraero. "Esse setor é onde a maioria das pessoas sentem a ação do governo para o bem ou para o mal. Queremos claro, que seja para o bem", acrescentou. As preparações para a Copa do Mundo também foram ressaltadas pela ministra.

Ao ser questionada se ela leva algum problema para casa, Gleise afirma que "é impossível dizer que não". "Eu vejo pouco o meu marido no ministério [Paulo Bernardo] , mas em casa discutimos muito sobre muitas questões do governo", explica.

De acordo com Gleise, os investimentos no Paraná serão muitos. "Só nas rodovias federais até 2014, nós teremos R$ 3 bilhões de reais investidos", contou.

A ministra finalizou a entrevista e adiantou que o lançamento do plano safra, que foi remarcado para o dia 12 de julho por Dilma, deve ser muito significativo para a agricultura familiar e que os investimentos serão de R$ 16 bilhões.

veja também