MENU

Ministro Lobão confirma José Costa Neto na presidência da Eletrobras

Ministro Lobão confirma José Costa Neto na presidência da Eletrobras

Atualizado: Terça-feira, 8 Fevereiro de 2011 as 10:20

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, anunciou nesta segunda-feira (7) o engenheiro José Carvalho da Costa Neto como novo presidente da Eletrobras.

O anúncio foi feito pouco antes de reunião de Lobão com integrantes do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico, formado por representantes do ministério, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), da Agência Nacional do Petróleo (ANP), da  Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCE), da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

Costa Neto vai substituir no cargo José Antonio Muniz. O engenheiro já foi presidente da Cemig. Desde a semana passada, o nome de Costa Neto era dado como certo para a presidência da Eletrobras.

"É um nome com muita expressão no setor, que terá a incumbência de prosseguir a obra que vem sendo feita na presidência da Eletrobras", disse o ministro.

Lobão afirmou ainda que Costa Neto chega à presidência no momento em que a Eletrobras busca sua internacionalização. Desde 2008, segundo ele, a estatal está fortalecida porque adquiriu autorização legal para atuar em outros países. Desde então, vem mantendo contato com diferentes governos com vistas a construir hidrelétricas via parceiras estrangeiras.

A Eletrobras é a maior empresa do setor elétrico da América Latina. A empresa detém metade do capital de Itaipu Binacional, a hidrelétrica construída na divisa do Brasil com o Paraguai e controlada pelos dois países.

Eletronorte

Ligado ao presidente do Senado, José Sarney, José Antonio Muniz estava no comando da Eletrobras desde março de 2008. A tendência agora é de que ele seja conduzido ao cargo de presidente da Eletronorte, subsidiária da Eletrobras que atua principalmente na região Norte.

"Avaliamos essa possibilidade. É uma possibilidade muito próxima de ser concreta", disse Lobão.

Segundo o ministro, o governo ainda vai avaliar mudanças nas outras empresas do sistema Eletrobras. "Ainda vamos cuidar da Eletronorte, da Chesf, da Eletrosul e de todo o sistema", disse.

A reformulação no sistema Eletrobras começou na semana passada, com o anúncio de Flávio Decat como presidente de Furnas.

veja também