MENU

Ministros do STF lamentam bate-boca entre Mendes e Barbosa

Ministros do STF lamentam bate-boca entre Mendes e Barbosa

Atualizado: Quinta-feira, 23 Abril de 2009 as 12

Brasília - Depois de uma reunião no gabinete da presidência, que durou mais de duas horas, oito dos 11 ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) divulgaram há pouco nota lamentando o bate-boca na sessão plenária da última quarta-feira, dia 22 de abril, entre o presidente da Corte, Gilmar Mendes, e o ministro Joaquim Barbosa. No documento, os ministros reafirmam a confiança no presidente do STF. O ministro Joaquim Barbosa não participou da reunião.

"Os ministros do STF que subscrevem essa nota reunidos após sessão plenária de 22 de abril de 2009, reafirmam a confiança e o respeito ao senhor ministro Gilmar Mendes na sua atuação institucional como presidente do Supremo, lamentando o episódio ocorrido nesta data".

Assinam a nota os ministros Celso de Mello, Marco Aurélio Mello, Cezar Peluso, Ayres Britto, Eros Grau, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia e Menezes Direito. A ministra Ellen Gracie não estava presente hoje no STF.

Marco Aurélio Mello disse que o episódio desgasta a imagem do STF, mas mostra que a Corte é um lugar onde se convive com opiniões distintas. "É sempre desgastante, mas isso [o bate-boca entre Barbosa e Mendes] mostra que o STF é um colegiado que contempla um somatório de forças distintas. Só é preciso que se observe a liturgia da instituição", disse após a reunião.

A sessão do STF prevista para hoje, dia 23 de abril, foi cancelada.

Luana Lourenço

Repórter da Agência Brasil

veja também