Ministros se reúnem para discutir Sistema de Alerta de Riscos

Ministros se reúnem para discutir Sistema de Alerta de Riscos

Atualizado: Sexta-feira, 21 Janeiro de 2011 as 9:17

O ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, se reuniu nesta quinta-feira (20) no Palácio do Planalto com outros seis ministros para discutir sobre a criação do Sistema Nacional de Alerta e Prevenção de Desastres Naturais. O projeto, anunciado nesta semana pelo governo, prevê a compra de equipamentos para desenvolver um sistema capaz de prever com antecedência a ocorrência de inundações e desabamentos.

Segundo o Planalto, os ministros trataram da possibilidade de utilizar as informações já existentes sobre clima e mapeamento de áreas de risco para antecipar a construção de parte do sistema de alerta nas regiões mais vulneráveis. Para isso, será preciso integrar a coleta de dados sobre chuva e solo com o desenvolvimento de um sistema de alarme. O objetivo é evitar mortes já no próximo verão.

O formato final do sistema de alerta, no entanto, só ficará pronto em 2014, no final do mandato da presidente Dilma Rousseff. Isto porque, para aumentar a capacidade de previsão de chuvas, será necessário comprar novos radares meteorológicos e conectá-los em um sistema único. O governo também quer fazer um mapeamento atualizado e detalhado das áreas afetadas por desabamentos e enchentes.

O Brasil tem cerca de 500 áreas de risco de deslizamento de encostas, onde vivem cerca de 5 milhões de pessoas. O número de locais com alerta para inundações chega a 300 em todo o país.

Além de Palocci, participaram da reunião desta quinta os ministros de Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, da Defesa, Nelson Jobim, do Planejamento, Miriam Belchior, da Agricultura, Wagner Rossi, do Gabinete de Segurança Institucional, José Elito, e da Integração Nacional, Fernando Bezerra.

Por: Nathalia Passarinho

veja também