MENU

Mônica Serra acompanha Fernanda Richa em agenda do PSDB no Paraná

Mônica Serra acompanha Fernanda Richa em agenda do PSDB no Paraná

Atualizado: Sexta-feira, 20 Agosto de 2010 as 9:35

Esposa de candidato tucano à Presidência visitará obras e conhecerá programas sociais em Curitiba com a esposa de Beto Mônica Serra, esposa do candidato à presidência José Serra, é esperada nesta sexta-feira, 20, em Curitiba. Acompanhada de Fernanda Richa, esposa do candidato a governador Beto Richa, visitará obras e conhecerá programas sociais em bairros de Curitiba, segundo a agenda divulgada hoje pela coligação Novo Paraná.

Pela manhã (8h30min) haverá encontro com lideranças comunitárias na Sociedade Urca; depois, às 10, caminhada na Vila Esperança, na CIC; às 14h30min, Caminhada na Vila Leão e visita a programa habitacional da Cohab de Curitiba. Às 16h30, Mônica e Fernanda visitarão programas sociais no bairro Parolin.

Plano de Desenvolvimento Educacional

Reunido com professores das redes estadual e municipal de Londrina, nesta quarta-feira, 18 à noite, Beto Richa garantiu investimentos na educação e valorização dos profissionais, “mantendo e ampliando o Plano de Desenvolvimento Educacional (PDE)”. Trata-se de um programa de capacitação de professores, com cursos e atividades presenciais e a distância. 

Richa prometeu ainda realizar concursos públicos que garantam a lotação de profissionais em conformidade com o dimensionamento das instituições de educação básica, viabilizar as decisões do Fórum Paranaense de Formação de Professores, para atender à demanda tanto da rede estadual como das redes e sistemas municipais, e aprofundar o debate com as universidades públicas e privadas e com o governo federal para avançar na oferta de cursos.

Piso salarial

O candidato abordou também a montagem, em parceria com a União, do Programa de Formação para Trabalhadores em Educação, estimulando o ingresso e a permanência na área. Lembrou ainda que, como prefeito de Curitiba, elevou o piso salarial dos professores de R$ 611,00 para R$ 1.126,00 em cinco anos — média de 14% ao ano e aumento de 84,5% no período.

No Paraná, hoje, o piso salarial da categoria é de R$ 775,00, somado a um auxílio-transporte de R$ 215,00, totalizando R$ 990,00. “Vamos valorizar e capacitar o professor, fazer com que volte a ser respeitado na sala de aula e na comunidade”, afirmou. Richa disse ainda que pretende aproveitar a infraestrutura de telecomunicações da Copel para ampliar a rede de fibra ótica e levar ao menos um ponto de acesso à internet a todos os municípios paranaenses.

“Com isso vamos melhorar a eficiência do poder público em diversos serviços, especialmente na educação, possibilitando acesso à internet em banda larga de baixo custo para a população, principalmente nas escolas, e facilitando a integração da rede de serviços de saúde”, explicou.

veja também