MENU

Moradores da Zona Leste de SP sofrem com calçadas esburacadas

Moradores da Zona Leste de SP sofrem com calçadas esburacadas

Atualizado: Quinta-feira, 21 Outubro de 2010 as 1:55

Os obstáculos nos passeios públicos atrapalham a vida de pedestres em todas as regiões da capital paulista. Na Zona Leste não é diferente. Quem passa pela Avenida Montemagno, na Vila Formosa, precisa prestar atenção. Em uma das calçadas, as tampas de bueiro quebradas e os ferros expostos trazem transtornos para os moradores.

Na Avenida Doutor Eduardo Cotching são as pedras que atrapalham a caminhada. Elas estão soltas por todo o calçamento e os buracos estão aparecendo. Em outro ponto da avenida, a tampa do bueiro está abaixo do nível do piso. Também na Vila Formosa, na Rua Ituri, o problema foi causado pelo morador. A calçada em frente a uma das casas está estragada de tanto o carro entrar e sair da garagem.

No bairro do Belenzinho, as avenidas Celso Garcia e Salim Farah Maluf também estão com problemas. Na primeira, o bueiro com a tampa quebrada recebeu uma tábua para improvisar. Na segunda, buracos por toda parte e calçadas destruídas. Um perigo para os pedestres e também para motoristas, já que os blocos de concreto soltos estão quase a pista.   Multa de R$ 500

A Secretaria das Subprefeituras disse que quando acontece esse tipo de problema em calçadas, um fiscal é enviado para fazer a vistoria. Caso a responsabilidade seja de um morador, ele tem 30 dias para resolver o caso. Se isso não acontecer, ele terá que pagar R$ 500 por mês, se o problema continuar persistindo.

Blocos de concreto

O SPTV mostrou, nos dias 11 e 19 de outubro, as bases de concreto que atrapalham a vida dos pedestres, na Vila Leopoldina, Zona Sul. Nesta quinta (21), dois dias depois da segunda reportagem ser exibida, o degrau de concreto foi retirado e ficou só há marca no chão.

Contudo, na Avenida Luis Carlos Berrini, também na Zona Sul, a história é diferente. As bases ainda estão nas calçadas atrapalhando o fluxo de transeuntes. De acordo com a Prefeitura, elas serão retiradas nesta sexta-feira (22).    

veja também