MENU

Moradores de São Luiz do Paraitinga 40SP41 temem desemprego após enchente

Moradores de São Luiz do Paraitinga 40SP41 temem desemprego após enchente

Atualizado: Quinta-feira, 14 Janeiro de 2010 as 12

A enchente que devastou a cidade de São Luiz do Paraitinga, a 182 km de São Paulo, no dia 1º de janeiro, trouxe como consequência não apenas danos materiais para os moradores, mas também o desemprego. Segundo estimativa da prefeitura da cidade, pelo menos metade dos mil moradores que trabalham no comércio e no turismo da cidade devem perder o emprego.

Os cerca de 250 pontos comerciais da cidade ainda fazem o trabalho de limpeza para voltar à rotina, mas com os prejuízos, os comerciantes terão que dispensar funcionários.

Em um supermercado no centro histórico, os 22 empregados ajudam a retirar a lama e toda a mercadoria que não pode mais ser aproveitada. Com um prejuízo calculado em cerca de R$ 1 milhão, o proprietário afirmou que se vê obrigado a reduzir em 50% o número de funcionários.

Para ajudar o comércio da cidade a se reestruturar, o governo do estado anunciou uma linha de crédito especial aos proprietários prejudicados pela enchente.

De acordo com a proposta, os empréstimos para capital de giro terão carência de seis meses. Já os financiamentos destinados a reforma e equipamentos o prazo de carência é de um ano, com juros de 0,96%.

Os comerciantes não aprovaram a proposta e fizeram um abaixo-assinado, encaminhado à prefeitura, pedindo melhores condições na linha de crédito. A prefeitura informou que vai encaminhar o abaixo-assinado dos comerciantes ainda essa semana ao governo do estado.

Carros afetados

A chuva que devastou São Luiz do Paraitinga destruiu, além de casas e prédios históricos, diversos carros. Inúmeros veículos estão empilhados em meio aos escombros. Em uma seguradora, são quase 30 pedidos de remoção e perda total.

Estima-se que, pelo menos até 80 veículos foram afetados pela enchente. Durante a cheia, foi comum ver carros parecendo barcos. O corretor de seguros, Alexandre Menecucci, acionou o seguro para 28 clientes. E diz que todos devem ser ressarcidos sem problemas. Em geral, as seguradoras cobrem danos provocados por enchente.

"Não há o que se preocupar, em alguns casos algumas seguradoras vão querer dar perda parcial, tentar arrumar, higienizar, colocar pra rodar, o que inclusive não é aconselhável, mas a maioria das seguradoras tem por fim decretar perda total de imediato", afirma o corretor.

veja também