MENU

Moradores dizem que acidente com bonde foi 'tragédia anunciada'

Moradores dizem que acidente com bonde foi 'tragédia anunciada'

Atualizado: Domingo, 28 Agosto de 2011 as 9:20

Moradores do bairro de Santa Teresa, na região central do Rio, afirmam que o acidente com um bonde ocorrido na tarde deste sábado foi uma tragédia anunciada. Cinco pessoas morreram e 57 ficaram feridas --dez em estado grave.

Veja imagens do acidente

Divulgados nomes dos 5 mortos em acidente com bonde no Rio

Acidente com bonde no Rio deixa 5 mortos e cerca de 57 feridos

Americanos, franceses e portuguesa estão entre feridos em bonde

Felipe O'Neill/Ag. O Dia Bonde que descarrilhou no Rio fica completamente destruído "Os bondes antigos estão em estado precário de conservação e os VLT têm problemas para fazer as curvas do bairro. O que aconteceu é uma tragédia anunciada, não nos surpreende", disse o advogado Abaeté Mesquita, 32, diretor da Amast (Associação de Moradores e Amigos de Santa Teresa).

"Quem mora aqui e usa o bonde no dia-a-dia, como transporte público, sabe e vê a situação precária", diz.

O secretário estadual de Transportes do Rio, Julio Lopes, esteve no local do acidente no início da noite e disse que o governo vai "apurar responsabilidades com toda a transparência".

"Vamos pedir a instituições como o Crea [Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio de Janeiro], para ajudar na apuração do acidente."

A Secretaria de Transportes suspendeu a circulação dos bondes por tempo indeterminado.

Atualmente, cinco bondes fazem a rota da estação da Carioca, no centro do Rio, até os largos de Santa Teresa, também região central.

São dois bondes antigos e três do tipo VLT (Veículo Leve sobre Trilho).

O veículo que se acidentou ontem era dos antigos e, segundo os Bombeiros, já havia sofrido um problema ontem mesmo: pela manhã, chocou-se contra um ônibus, mas sem deixar feridos.

VÍTIMAS

Uma dos mortos é o condutor do bonde, Nelson Correa da Silva, 57. Ele ficou preso às ferragens e morreu a caminho do hospital. os nomes dos outros mortos, três mulheres e um homem, não foram divulgados.

A maior parte dos feridos, 18, foi encaminhada para o Hospital Souza Aguiar. Cinco foram levados ao Hospital do Andaraí e, quatro, para o Miguel Couto. Segundo informações do Corpo de Bombeiros do Rio, quatro pessoas estavam em estado grave.  

veja também