MENU

Moradores fecham estrada na Grande BH para protestar contra mineradora

Moradores fecham estrada na Grande BH para protestar contra mineradora

Atualizado: Segunda-feira, 16 Maio de 2011 as 1:46

Moradores fecharam, na manhã desta segunda-feira (16), uma estrada que dá acesso a Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Eles fizeram uma manifestação contra prejuízos ao meio ambiente que estariam sendo provocados pela atividade mineradora.

Os manifestantes colocaram tambores e faixas na estrada para fechar um dos acessos à mineradora Vale. Quem ia trabalhar na empresa tinha que voltar. A principal queixa é o acesso à água por quem mora no entorno da Mina da Jangada. De acordo com um dos participantes da mobilização, Marcel Vasconcellos, a atividade mineradora tem poluído uma nascente e causado dificuldades no abastecimento da população.

Vasconcellos mora no bairro Recanto da Aldeia, em Casa Branca, e se sente prejudicado. “A água que saía cristalina para o consumo, está saindo com terra e até com óleo. Está insalubre. A partir do momento que limita o nosso acesso à água está prejudicando o social. Falaram que ia ser uma explosão por dia; estão sendo três, quatro, sem horário. A população tem direito de escolha”, disse. Ainda segundo ele, a água da nascente é usada pela mineradora para molhar a estrada.

A assessoria de imprensa da Vale informou ao G1 que, desde 2005, o volume licenciado para captação de água pela mineradora é o mesmo. Ainda segundo a empresa, é feito um acompanhamento pluviométrico que indica variação do volume das chuvas dentro da normalidade. A empresa informou que vai se posicionar também por meio de nota oficial ainda nesta segunda-feira (16).

A Prefeitura de Brumadinho disse que a empresa tem licença para atuar na região, mas que vai intensificar as fiscalizações.

De acordo com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, a Vale tem licença de operação concedida até 2017, que inclui as atividades na Minas da Jangada. Ainda segundo a secretaria, nenhuma denúncia relacionada ao empreendimento da mineradora em Brumadinho foi recebida pela Subsecretaria de Controle e Fiscalização Ambiental.        

veja também