MENU

Moradores passam a noite limpando casas após temporal no ABC

Moradores passam a noite limpando casas após temporal no ABC

Atualizado: Sexta-feira, 14 Janeiro de 2011 as 8:14

A madrugada desta sexta-feira (14) foi de trabalho pesado para muitas famílias que moram na região do ABC, inundada durante a noite desta quinta-feira (13). Elas começaram a limpar as casas invadidas pela água do Rio Tamanduateí, que transbordou. Ruas e avenidas foram alagadas e muita gente ficou no meio do caminho.

A chuva forte começou por volta das 19h desta quinta. Em Santo André, uma praça no bairro Santa Terezinha ficou debaixo d’água. Carros e ônibus não conseguiram seguir viagem e pararam em vários pontos da Avenida dos Estados em Santo André, São Caetano do Sul e Mauá.

Alguns tentaram escapar pela contramão. Os pontos que não alagaram viraram refúgio na volta para casa. O trânsito ficou bastante complicado - passageiros ficaram presos em ônibus. Quem estava em casa também não escapou do alagamento. A família da estudante Magda da Silva Ferreira buscou abrigo na rua. “Ficamos aqui porque tava chovendo e não tinha como ficar lá dentro”, disse.

“Dessa vez deu para recuperar. Na hora que estava começando a encher, a vizinha ligou, avisou que estava enchendo, deu tempo de todos nós sairmos correndo e erguer tudo, colocar tudo no alto. Então, deu tempo. Mas da outra vez não deu”, afirmou a comerciante Agda Maria da Silva ao conferir os estragos causados pelo temporal.

Em outro imóvel, foi preciso improvisar. O sofá e a estante foram parar sobre as cadeiras. A moradora conta que a água já invadiu a casa dela mais de 15 vezes. “Isso é tudo doação. Eu não compro, porque se eu comprar toda hora tem enchente e estou perdida. A geladeira foi minha amiga vizinha que me deu”, afirmou a auxiliar de escritório Sônia Regina Pereira.

Na casa vizinha foram mais de três horas de limpeza. No local, tudo já é pensado para minimizar o impacto dos alagamentos. Mas a comporta desta vez não foi suficiente para barrar a água. ”Têm os cavaletes para levantar sofá, estante de pedra para não estragar porque aí joga água e não estraga. Já perdemos geladeira, fogão, sofá”, contou a dona de casa Valéria Cristina Peres.

veja também