MENU

Moradores reclamam da falta de coleta de lixo durante fim de ano

Moradores reclamam da falta de coleta de lixo durante fim de ano

Atualizado: Quinta-feira, 30 Dezembro de 2010 as 2:31

Com os festejos e feriados de fim de ano, alguns municípios do Rio de Janeiro estão com problemas com a coleta de lixo, de acordo com moradores. Em São Gonçalo, na Região Metropolitana, e em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, eles afirmam que funcionários não foram trabalhar e a população sofre com o acúmulo de lixo nas ruas há mais de uma semana.

Um leitor do G1, que prefere não se identificar, é morador da Alameda Pedro II, em São Gonçalo, e afirmou que praticamente todo o município está sem coleta de lixo. Segundo ele, o bairro Venda da Cruz, uma das entradas da cidade, está com o serviço de coleta irregular há três semanas. E desde a semana do Natal o lixo não foi recolhido.

Na quarta-feira (29), entretanto, uma equipe responsável pela limpeza fez o trabalho na Rua Pereira Pinto porque era dia de feira. As demais ruas do bairro continuaram com acúmulo de lixo. O leitor também cita a Praça da Venda da Cruz

“Todo final de ano é isso. Ano passado ficamos a semana de Natal e Ano Novo com lixo na porta”, disse o leitor ao G1, por telefone. “Amanha é dia 31 e a gente está vendo que não vão recolher”, acrescentou ele.

A prefeitura de São Gonçalo informou que a Superintendência de Limpeza Urbana do município enviará um fiscal ao local “para reconhecer o problema e tomar as providências necessárias”.

Em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, de acordo com uma leitora do G1, desde novembro que a população estaria sofrendo com a falta de coleta de lixo. Até a publicação desta reportagem, a prefeitura do município não retornou ao G1.

Volume de lixo em Nova Iguaçu aumentou 30%

Em Nova Iguaçu, também na Baixada Fluminense, o volume de lixo na semana do Natal aumentou em 30%, de acordo com o gerente operacional da Empresa de Limpeza Urbana (Emlurb), Luiz Sergio Ribeiro Pereira. Como o número foi acima do que o esperado, alguns pontos da cidade precisaram de mais garis e a coleta que seria na parte da manhã acabou sendo feita à noite. O efetivo precisou trabalhar dobrado e em alguns pontos o serviço foi feito no dia seguinte.

“O lixo na semana do Natal subiu numa velocidade que não era esperada. É normal aumentar, mas geralmente até 20%. Como as pessoas estão com mais poder de compra, as famílias comemoraram mais do que nos outros anos”, opinou o gerente.

Um morador da Rua Doutor Alcemar Pinheiro, do bairro Vista Alegre, afirmou ao G1 que a coleta não estaria funcionando no local. Entretanto, a Emlurb negou a informação e afirmou que o serviço é feitos segundas, quartas e sextas.

Além disso, na manhã desta quinta-feira (30), o gerente operacional enviou um supervisor ao local criticado pelo leitor. Ele disse que há duas casas da rua com lixo na porta, já que, segundo ele, a coleta será realizada na sexta-feira (31).

veja também