Moradores reclamam de lixo em trecho da Billings na Zona Sul de SP

Moradores reclamam de lixo em trecho da Billings na Zona Sul de SP

Atualizado: Sexta-feira, 3 Dezembro de 2010 as 3:51

O flutuador chegou à região de Interlagos, na Zona Sul de São Paulo, na manhã desta sexta-feira (3). Nessa área, o grande problema é a sujeira jogada nos córregos que acaba nas margens da represa. O lixo não é retirado e acaba se acumulando.

Por causa da sujeira e esgoto, o flutuador marcou índice péssimo de oxigênio pela manhã: 1,8 mg/l logo no início das medições, às 7h, ainda em Pedreira. De acordo com uma das moradoras, Mônica Sijanas, a área, que é de responsabilidade da Empresa Metropolitana de Água e Energia (Emae), já foi bem mais preservada. “Há uns seis anos, sete, a Emae ainda fazia alguns trabalhos junto com a população. Tem morador querendo ajudar, querendo fazer trabalho, mas não sabe por onde seguir.”

A Emae, por sua vez, informa que não tem como limpar toda a sujeira que os córregos trazem para a represa e também pede apoio para resolver o problema. “Nós fazemos alguma coisa, mas é muito pouco perto do tamanho da Billings. Precisamos do apoio indiscutivelmente da Prefeitura e eventualmente até das Sabesp”, comenta Paulo Roberto Fares, gerente da Emae.

Índices

Às 8h, o índice de oxigênio foi considerado ruim: 2,3 mg/l. Duas horas depois, às 10h, ele continuou na mesma classificação: 2,7 mg/l. Já às 11h, a marcação disparou por causa do oxigênio liberado pelas algas. Contudo, na água captada a um metro abaixo da superfície, voltou a ficar ruim, em 3,8 mg/l.

veja também