MENU

Morre a segunda vítima da explosão da subestação da Ponte Rio-Niterói

Morre a segunda vítima da explosão da subestação da Ponte Rio-Niterói

Atualizado: Terça-feira, 22 Março de 2011 as 11:27

A segunda das três vítimas da explosão da subestação de energia que alimenta a Ponte Rio-Niterói morreu na manhã desta terça-feira (22). A vítima, que estava em estado crítico no CTI do Hospital Rio Laranjeiras, em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio, não resistiu aos ferimentos. Ele teve 35% do corpo atingidos por queimaduras de terceiro graus, na face, vias aéreas superiores e braços.

O primeiro eletricista a morrer na explosão da subestação foi Darlan Aguiar da Silva. O acidente ocorreu na quarta-feira passada (16) e causou a queda de energia que deixou a ponte sem iluminação e com os painéis desligados por quase 40 horas.

Um outro funcionário da empresa Álamo Engenharia (prestadora de serviços da concessionária CCR Ponte) teve 27% do corpo queimados no mesmo acidente foi transferido do Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Hospital Souza Aguiar, no Centro do Rio, para uma outra unidade em Niterói, na Região Metropolitana.

O caso foi registrado na 17ª DP (São Cristóvão), que está investigando o acidente.      

veja também