Morre criança atropelada por caminhão na Zona Norte de SP

Morre criança atropelada por caminhão na Zona Norte de SP

Atualizado: Sexta-feira, 15 Outubro de 2010 as 8:36

Uma das meninas atropeladas por um caminhão nesta quinta-feira (14), na Vila Brasilândia, na Zona Norte de São Paulo, morreu na madrugada desta sexta-feira (15) no Hospital das Clínicas. De acordo com o hospital, a criança chegou em estado gravíssimo e morreu dentro do centro cirúrgico.

Outras duas crianças da mesma família também ficaram feridas no acidente. Elas foram socorridas para os hospitais Santa Marcelina e Mandaqui. A primeira segue internada em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Não há atualizações sobre o estado de saúde da criança internada no segundo hospital.

As três meninas eram da mesma família – duas irmãs e uma prima. O avô delas contou que elas voltavam de um posto de saúde próximo, após irem buscar remédios, quando foram atingidas pelo caminhão.

O motorista do caminhão não tinha habilitação. Ele foi levado para o 45º Distrito Policial, na Vila Brasilândia, onde foi indiciado por lesão corporal culposa (quando não há intenção de ferir) e liberado após prestar depoimento.   O veículo está sem licenciamento há três anos e bateu em casas da Avenida Almir Dehar, antes de atingir as três garotas.

O acidente ocorreu por volta das 15h. Durante o trajeto, o baú arrebentou e objetos como uma geladeira e um pufe caíram na via. O caminhão acabou parando ao lado de uma casa, logo após atingir as meninas.

Com medo de ser agredido por moradores que se aglomeravam ao redor do veículo, o homem fugiu, mas acabou detido pela polícia.

Acidentes

Nesta quinta-feira (14), o Corpo de Bombeiros de São Paulo registrou 23 atendimentos de casos de atropelamentos, pelo menos dois deles com mortes, de acordo com informações do Bom Dia Brasil. Além do ocorrido na Vila Brasilândia, uma pessoa morreu e outras três ficaram feridas depois que um ônibus invadiu a calçada no Terminal Parque Dom Pedro, no Centro da cidade.    

veja também