MENU

Morre grávida achada em cisterna e mãe acusa hospital de negligência

Morre grávida achada em cisterna e mãe acusa hospital de negligência

Atualizado: Segunda-feira, 28 Novembro de 2011 as 8:42

A adolescente de 16 anos, grávida de três meses, que foi encontrada na quinta-feira (24) dentro de uma cisterna de 25 metros de profundidade, em Vitória da Conquista, região sudoeste da Bahia, morreu na manhã de domingo (27). A mãe da garota acusa o Hospital Geral de Vitória da Conquista, onde a jovem estava internada, de negligência.

A paciente chegou à unidade de saúde na quinta-feira (25). “Ela deu entrada, só que jogou lá nos corredores, parecendo uma indigente. Médico nenhum examinou ela”, afirma a mãe Leonice Oliveira.

O Hospital Geral de Vitória da Conquista ainda não se pronunciou sobre as acusações. A garota desapareceu na quarta-feira (23), depois que foi para a escola. Segundo a polícia, a menina tinha envolvimento com tráfico de drogas e foi jogada na cisterna. A polícia investiga três suspeitos de terem cometido o crime. Andressa foi resgatada com diversos ferimentos pelo corpo.    

veja também