MENU

Morre segurança de shopping ferido em tentativa de assalto na Baixada

Morre segurança de shopping ferido em tentativa de assalto na Baixada

Atualizado: Sexta-feira, 11 Fevereiro de 2011 as 8:55

O segurança do Shopping Pátio Mix, em Itaguaí, na Baixada Fluminense, morreu na madrugada desta sexta-feira (11) depois de ser baleado na cabeça durante um tiroteio que se seguiu à tentativa de assalto a uma joalheria do centro comercial. Ele não resistiu aos ferimentos. Cinco pessoas, entre elas um dos suspeitos, ficaram feridas.

A polícia desconfia que os suspeitos sejam fugitivos do Morro do Escondidinho , no Rio Comprido, na Zona Norte do Rio.

De acordo com a polícia, a tentativa de assalto aconteceu por volta das 20h de quinta-feira (10). Os suspeitos chegaram ao shopping em motos. Segundo a assessoria do shopping, quatro homens armados entraram na joalheria e anunciaram o assalto. O segurança da loja reagiu e houve troca de tiros.

O segurança do shopping, que não participou do tiroteio, chegou em estado grave ao hospital, e morreu. Entre os feridos levados para o Hospital São Francisco Xavier também estava uma vendedora, que levou um tiro no tórax. Um pai tomou um tiro na barriga e o filho, de 7 anos, levou três tiros, segundo contou um primo do rapaz, que disse que ele foi ao shopping pagar uma conta. Um outro ferido, que era cliente, chegou a ser levado para a delegacia como suspeito.

O quinto ferido é o  único suspeito preso. Ele também foi baleado. A polícia desconfia que ele tenha saído do Rio depois da ocupação das favelas de Santa Teresa e São Carlos, na semana passada.

“A gente tem informações passadas por ele que ele pertence ao Morro do Escondidinho. Os outros três suspeitos seriam do Morro dos Prazeres (que fica em Santa Teresa, no Centro do Rio)”, disse o delegado da 50ª DP (Itaguaí), Marcelo Vieira.

A polícia procura os três suspeitos que conseguiram fugir. Imagens das câmeras de segurança vão ser analisadas para ajudar nas investigações.

A assessoria do shopping informou que os seguranças são orientados a não atirar. E ressaltou que foi o segurança da joalheria quem reagiu à ação dos suspeitos. Esse segurança é um PM e não morreu. A arma dele vai ser recolhida para ser periciada.    

veja também