MENU

Morre soldado baleado com tiro de fuzil na Zona Sul de SP, diz PM

Morre soldado baleado com tiro de fuzil na Zona Sul de SP, diz PM

Atualizado: Quinta-feira, 14 Abril de 2011 as 12:01

Morreu na manhã desta quinta-feira (14) um dos dois policiais militares baleados por tiros de fuzil, disparados por ocupantes de três veículos, durante esta madrugada, na Zona Sul de São Paulo, informou a assessoria de imprensa da Polícia Militar. De acordo com a corporação, o soldado Militão Estevão Xavier, de 35 anos, levou um tiro no abdômen, mas não resistiu ao ferimento e faleceu no hospital para onde havia sido levado. Ele tinha cinco anos como policial.

Militão e outro soldado da 2ª Companhia do 3º Batalhão, Pereira, estavam preservando um veículo que tinha sido incendiado na Rua Lacerda, no Jardim da Saúde, quando foram surpreendidos pelos criminosos que os alvejaram. Pereira continua internado por causa do tiro que acertou seu braço. Não há informações sobre seu estado de saúde. Os bandidos fugiram.   A PM deverá divulgar uma nota a respeito da ocorrência ainda nesta quinta. A corporação também vai consultar a família da vítima para saber onde será realizado o sepultamento do soldado morto em serviço. Existe a possibilidade de ele vir a ser enterrado no Mausoléu da PM.

O crime

Os criminosos que atacaram os policiais ocupavam um Toyota Corolla preto, um Palio cinza e um utilitário esportivo, de cor e modelo não anotados. Eles são suspeitos de, minutos antes, terem trocado tiros com policiais militares do Batalhão de Trânsito em frente a uma agência do Banco do Brasil, por eles invadida, na Avenida do Cursino, na mesma região.

O tiroteio em frente à agência ocorreu no momento em que os policiais faziam patrulhamento e resolveram abordar os suspeitos que deixavam o banco. A agência teve dois caixas eletrônicos arrombados com o uso de maçaricos. O grupo fugiu com o cofre das máquinas. Ninguém foi preso.

O caso foi encaminhado para o 16º Distrito Policial, da Vila Clementino.      

veja também