MENU

Morre suspeito ferido após confronto com policiais de UPP no Rio

Morre suspeito ferido após confronto com policiais de UPP no Rio

Atualizado: Terça-feira, 2 Agosto de 2011 as 9:16

Morreu na madrugada desta terça-feira (2) um dos suspeitos feridos durante um confronto com policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Morro dos Macacos, em Vila Isabel, na Zona Norte do Rio, na noite de segunda-feira (1º). Ele foi socorrido no Hospital do Andaraí, também na Zona Norte, mas não resistiu. A informação foi confirmada por policiais do 6º BPM (Tijuca).

De acordo com a Polícia Militar, ele e outros dois homens são suspeitos de roubar o carro de uma mulher no Riachuelo, no subúrbio, na tarde de segunda (1º). Policiais da UPP do Morro dos Macacos  desconfiaram dos ocupantes veículo e deram uma ordem para que eles parassem o carro. Segundo a PM, eles não acataram a decisão e houve perseguição com troca de tiros.

Ainda segundo os policiais, o grupo seguiu até a Rua Luís Barbosa, onde bateu em outro carro. Os suspeitos então roubaram outro veículo e houve nova perseguição com tiroteio. Além do morto, outro suspeito também foi baleado. Ele também foi levado para o Hospital do Andaraí, onde permanece internado sob custódia. O terceiro suspeito acabou preso e levado para a 19ª DP (Tijuca), onde o caso foi registrado. Com os suspeitos os agentes encontraram duas pistolas.

Morte de ex-líder comunitário

O confronto desta segunda aconteceu menos de uma semana após a morte de um ex-presidente da associação de moradores do Morro dos Macacos. O Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) decretou nesta segunda a prisão do traficante suspeito do crime. No entanto, a Polícia Militar afirmou que o tiroteio desta noite não tem ligação com o assassinato do ex-líder comunitário.

Segundo o TJ-RJ, a decisão foi da juíza de plantão, Maria Clara Vassali da Silva, no último sábado (30). O suspeito foi identificado por agentes da Divisão de Homicídios (DH), da Barra da Tijuca, na Zona Oeste, que investiga o caso. Segundo testemunhas contaram à polícia, o crime teria ocorrido por uma desavença antiga entre a vítima e o antigo chefe do tráfico do Morro dos Macacos.

Policiais da UPP Macacos realizam buscas na comunidade e monitoram a residência do suspeito, que já é considerado foragido da Justiça.

Segundo a Secretaria de Segurança, por volta das 21h, a vítima - que não morava no morro - participava de um churrasco com amigos numa praça, num dos acessos à comunidade, próximo à Rua Armando de Albuquerque.

UPP conta com mais de 200 policiais

A UPP do Morro dos Macacos foi inaugurada em novembro de 2010 e conta com cerca de 220 policiais. Além do Morro dos Macacos, os policiais também ocupam as comunidades do Pau da Bandeira e Parque Vila Isabel, no mesmo morro. Segundo a Secretaria de Segurança, a UPP atende a 12 mil moradores diretamente e outros 27 mil moradores do entorno.

veja também