MENU

Mostra de Bollywood traz 16 filmes indianos ao Brasil

Mostra de Bollywood traz 16 filmes indianos ao Brasil

Atualizado: Terça-feira, 6 Julho de 2010 as 4:53

A quarta edição da Mostra de Bollywood e Cinema Indiano ocupa a Cinemateca Brasileira (zona sul de São Paulo) a partir desta terça-feira (6), com 16 clássicos e recentes produções. Vários títulos são inéditos no Brasil e vêm em cópias 35 mm - os ingressos custam R$ 8.

Até 5 de agosto, o público poderá ver obras como "Garm Hava" (indicado à Palma de Ouro no Festival de Cannes de 1974), "Dil Se..." (de 1998) e "Baghban" (de 2003). Satyajit Ray, Mani Ratnam e Santosh Sivan são alguns dos grandes nomes do cinema mundial que assinam títulos da programação.

A intenção da curadoria - composta por Beatriz Seigner, diretora da primeira co-produção Brasil-Índia ("Bollywood Dream", de 2010), e pelo pesquisador do cinema indiano Ibirá Machado - foi selecionar histórias sobre conflitos históricos ligados à formação da identidade da nação.

Clique aqui para ver a programação completa.

Abaixo, saiba mais sobre os filmes programados para os próximos dias:

Terça (6)

18h - "Kannathil Muthamittal"

Incitada pelo marido, membro do grupo separatista Tamil Tiger, uma mulher entrega a filha para a adoção. Tempos depois, com o objetivo de conhecer seus pais biológicos, a menina, já com nove anos, decide voltar para casa e é envolvida pela guerra civil que acomete a região. Sua mãe terá que lidar com a possibilidade de ela se tornar uma das crianças guerrilheiras do Tamil Tiger. Foi premiado no Festival de Cinema de Jerusalém de 2003.

20h30 - "A Canção da Estrada"

Obra-prima de estreia do diretor Satyajit Ray, filme que deu origem à famosa "Trilogia de Apu". Filme moderno que dialoga com o neorrealismo italiano, com o cinema de Jean Renoir e com o cinema clássico norte-americano. A história fala de um menino que vive com a família num pobre vilarejo indiano. Seu pai, um curandeiro sonhador e poeta é forçado a deixar a casa onde moram para buscar trabalho. Foi premiado no Festival de Cannes de 1956.

Quarta (7)

19h30 - "Awaara"

Um rapaz é abandonado pelo pai, um juiz, anos depois de sua mãe ter sido expulsa de casa. Desamparado, aproxima-se de um punguista, mas, tempos depois, descobre que o malandro foi o responsável pela crise que encerrou o casamento de seus pais. Revoltado, ele mata o homem e é preso. No julgamento, terá como advogada de defesa uma antiga namorada e, como juiz, seu próprio pai. Ator, produtor e cineasta, Raj Kapoor recebeu de historiadores e fãs o título de "Chaplin do cinema indiano".

Quinta (8)

18h - "Do Ankhein Barah Haath"

Guarda de uma prisão tenta reabilitar seis terríveis assassinos ao levá-los para trabalhar numa fazenda abandonada. Para compor a história do filme, baseada em fatos reais, o cineasta se inspirou nos preceitos da filosofia de Gandhi. Clássico da cinematografia indiana, foi premiado com o Urso de Prata no Festival de Berlim de 1958. Também foi indicado ao Globo de Ouro em 1959.

21h - "27 Down"

Menino vive com o pai, um motorista de trem, numa pequena cidade da Índia. Depois de um acidente, seu pai se torna bilheteiro da estação, e o garoto começa a gastar seus dias perambulando em meio aos vagões. Quando jovem, ele encontra numa de suas viagens uma bela jovem com quem passa a se relacionar. Acreditando que ela está apaixonada, é surpreendido quando a moça o apresenta a um velho - na verdade, seu marido. Insatisfeito, o rapaz empreende uma busca para tentar descobrir os motivos que a levaram a mentir para ele. Premiado no Festival de Locarno de 1974.

veja também