MENU

Motorista de van que tombou procura a polícia e nega ter bebido

Motorista de van que tombou procura a polícia e nega ter bebido

Atualizado: Quinta-feira, 29 Setembro de 2011 as 1:24

O motorista da van que tombou quando levava integrantes da banda de pagode Mr. Bob em Salvador se apresentou à polícia na manhã desta quinta-feira (29). Ele estava foragido desde o dia do acidente, quando testemunhas levantaram a suspeita de que ele bebeu antes de dirigir. De acordo com a delegada Maria Dail Sá, o rapaz de 31 anos chegou à 6° Delegacia, no bairro de Brotas, de forma voluntária e contou que não ingeriu bebidas alcoólicas e não estava em velocidade incompatível com a permitida para a pista.

“Ele disse que pode ter sido buraco ou água na via que teria ocasionado o acidente. Também afirmou que fugiu por medo de ser linchado e que até ficou ferido, sofreu escoriações”, afirma. A delegada relata ainda que o motorista deverá responder pelo artigo 303, sobre lesão corporal, e pelo artigo 305, sobre afastamento do condutor do local no momento do acidente, ambos do Código de Trânsito Brasileiro. Além disso, o rapaz pode ter proibição ou suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Cada um dos artigos engloba pena de seis meses a um ano de detenção, caso o suspeito seja condenado.

O acidente ocorreu na madrugada de sábado (24), na Avenida Antônio Carlos Magalhães, uma das mais movimentadas de Salvador. No momento do acidente, 15 pessoas estavam na van – 13 integrantes da banda, além do motorista e do ajudante do motorista, que fugiram logo após o tombamento. Seis músicos da banda de pagode ficaram feridos.

De acordo com o produtor da banda, Tiago Vale, dois músicos continuam internados desde o dia do acidente. Um deles, Jucival Motta, de 22 anos, está se recuperando da cirurgia no Hospital Geral do Estado (HGE). Já o guitarrista Uelson Santana, de 15 anos, também passou por cirurgia e está na clínica COT. Não há previsão de alta.

veja também