MENU

Motorista do ônibus que atingiu três motos diz que banco estava solto

Motorista do ônibus que atingiu três motos diz que banco estava solto

Atualizado: Sexta-feira, 15 Julho de 2011 as 1:50

O motorista do ônibus que se envolveu em um acidente com três motos em São Paulo, na manhã desta sexta-feira (15), contou que o banco onde ele sentava estava solto. A colisão, que ocorreu por volta de 8h na Avenida Cupecê, deixou três mortos. “(O banco) Correu para trás e eu perdi a direção”, disse o homem, identificado apenas como José. O veículo seguia em direção a Diadema, no ABC. Ele bateu na grade de proteção, cruzou o canteiro central e atingiu as três motos.     Uma das vítimas é um motociclista que parou embaixo do ônibus. Os outros dois mortos são um casal que vinha em outra moto. O delegado Aloisio Araújo, do 43º DP (Cidade Ademar), informou que vai aguardar as informações da perícia para saber se indicia o motorista por negligência, imprudência ou imperícia. “Se ele sabia que o banco estava solto, não deveria ter saído da garagem”, disse o delegado. O condutor, de 50 anos, informou dirigir há 25 anos.

O advogado Julio Cesar Fernandes, chamado para defender José, contou que o problema com o banco do veículo foi "repentino". "Quando ele foi mudar a marcha, quebrou a trava e o banco se soltou para trás. Foi quando ele perdeu o controle da direção." A viagem até Diadema era a última do dia feita pelo motorista, que seguiria para a garagem.

A batida foi na pista sentido Brooklin, Zona Sul de São Paulo, na altura do número 4.900. A câmera de segurança de uma loja na avenida registrou o momento em que o motorista do ônibus passou pela contramão. Eram 7h40. A auxiliar administrativo Ana Paula Pinheiro, de 22 anos, estava no ônibus e relatou os momentos de terror. “O ônibus vinha bem devagar. Nós vimos tudo. Deu para ver os corpos rolando. Foi horrível.”Segundo os bombeiros, a colisão deixou também uma pessoa ferida.

Bloqueios

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) bloqueou a Avenida Cupecê no sentido Centro e montou uma faixa reversível entre as ruas Braz de Abreu e Santo Afonso por volta das 10h. No horário, os veículos envolvidos no acidente ainda estavam no local. Às 11h15, duas faixas centrais no sentido Brooklin, onde houve o acidente, foram liberadas. Mesmo assim, o trânsito continuava ruim na região.        

veja também