MENU

Motorista em carro blindado escapa de assalto e persegue ladrões em SP

Motorista em carro blindado escapa de assalto e persegue ladrões em SP

Atualizado: Quarta-feira, 20 Outubro de 2010 as 8:44

Um motorista que foi alvo de uma tentativa de assalto em um semáforo da Zona Sul de São Paulo aproveitou que estava em um carro blindado e resolveu perseguir os ladrões. No caminho, ele telefonou para a polícia. Após um tiroteio, dois assaltantes foram presos e um conseguiu escapar.

O homem conta como foi abordado. “Eu fui surpreendido com duas armas. Quando eles viram que eu não abri, deram uma coronhada no vidro. A minha reação naquele momento era abaixar, dar ré no carro e bater no carro dos assaltantes para tentar a fuga. Nessa fuga, eu escapei e os vi fugindo com a maior calma do mundo”, explicou ele, que não quis se identificar.

Depois do susto, em vez de ir embora para casa, o empresário resolveu seguir os bandidos. No caminho, ele telefonou para a polícia. A conversa foi gravada. O empresário informou a localização dos assaltantes: “Vai entrar na Lins Vasconcelos, estou atrás dele, estou de carro blindado. Entraram agora na Lins Vasconcelos, eu estou na cola deles”, registrou a gravação.

Minutos depois, os bandidos pararam em um posto e fizeram um assalto. O empresário, que vinha logo atrás, estacionou o carro e acompanhou tudo à distância.

“Esses dois entraram no posto de gasolina, mandaram os atendentes entrarem no posto de gasolina, pegaram um cliente, saíram depois com umas quatro sacolas e com todo o dinheiro do posto. Eu vendo toda a cena”, descreveu o empresário.

O empresário continuou ao telefone. Quando a polícia chegou, houve perseguição e troca de tiros. Na fuga, os criminosos bateram o carro, que era roubado. Dois assaltantes foram presos e um escapou.

“Eles tinham praticado naquele momento roubo a dois postos de gasolina, a transeuntes furtando celular, carteiras”, apontou o atendente do 190 Marcos Marinho Rocha.

“Eu gostaria que eles fossem presos, senão eles iam sair dali e assaltar outras pessoas, como foi o caso. Acho que as pessoas têm que denunciar, não têm que ter medo e denunciar os criminosos”, concluiu o empresário.

“Foi orientado que não era o certo a fazer. Mas ele acompanhou e passou os dados corretamente”, reforçou o porta-voz da PM, tenente Cleodato Moisés. “Não precisa seguir os indivíduos como ele fez”, alerta o atendente do 190 Marcos Marinho Rocha.

A orientação é não reagir e não perseguir os criminosos. Apenas ligar para o 190 e tentar passar a maior quantidade possível de detalhes para a polícia, como placa do carro dos ladrões, características físicas, como estão vestidos.    

veja também