MENU

Motorista que matou garoto de 11 anos atropelado deixa a cadeia em MT

Motorista que matou garoto de 11 anos atropelado deixa a cadeia em MT

Atualizado: Sexta-feira, 4 Novembro de 2011 as 12:36

Acidente aconteceu no fim do mês de maio em Cáceres (Foto: Arquivo da família) A motorista Sandra Giselle Tomaz, de 34 anos, foi solta depois de ficar cinco meses detida por atropelar um garoto de 11 anos em Cáceres, a 250 quilômetros de Cuiabá. A vítima morreu menos de uma semana após o acidente. O pedido de liberdade foi concedido pelo juiz Geraldo Fernandes Fidélis Neto, da 3ª Vara Criminal de Cáceres.

Em entrevista ao G1 , o magistrado disse que partiu do princípio da presunção da inocência e garantia da liberdade, já que a acusada não prejudicou o andamento do processo. "Entendo que a liberdade dela não fere a ordem pública, a ordem processual e a aplicação do Código Penal", frisou o juiz, ao pontuar que caberá ao Tribunal do Júri decidir se ela é culpada ou não pelo acidente.

Sandra, em depoimento à polícia civil durante as investigações, disse que tentou desviar de uma criança que estava na rua e, por conta disso, teria perdido o controle da direção do veículo atingindo a residência do garoto. A motorista estava presa desde o dia 3 de junho na cadeia feminina de Araputanga, distante 371 quilômetros da capital, município vizinho de Cáceres, e foi solta esta semana após decisão do juiz. Embora tenha obtido a liberdade, o juiz afirmou que ela será obrigada a comparecer ao Fórum Criminal da cidade uma vez por semana, além do que não pode deixar a cidade sem autorização da Justiça. Ainda não há previsão para que ela seja julgada pelo Tribunal do Júri.

A vítima Marcelo de Arruda da Silva morreu um dia antes de completar 11 anos. Ele ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular de Cuiabá e, nesse período, teve as duas pernas amputadas. No momento do acidente, o garoto estava sentado na frente da casa com a irmã e uma prima. A família alegou que a condutora do veículo fugiu sem prestar socorro à criança.        

veja também