MENU

Motoristas acusados de 'racha' em rodovia do PR se apresentam à polícia

Motoristas acusados de 'racha' em rodovia do PR se apresentam à polícia

Atualizado: Quinta-feira, 31 Março de 2011 as 3:45

Dois motoristas que teriam participado de '"rachas" na BR-487, em Campo Mourão, se apresentaram à Polícia Civil da cidade na tarde de quarta-feira (30). Eles chegaram até a delegacia com os mesmos veículos que foram divulgadas na internet, em que faziam manobras perigosas no meio da rodovia.

O ParanáTV exibiu as imagens em uma reportagem na terça-feira (29).

Segundo o advogado dos rapazes, as imagens teriam sido gravadas há mais de um ano. Um dos jovens estava retornando da propriedade rural da família e "na voltam resolveram parar ali no local, onde já havia outras pessoas fazendo manobras. E então vieram a ser incentivados (..) e acabaram comentendo o que está filmado e demonstrado através das imagens", disse o advogado, Márcio Berbet.

O delegado José Aparecido Jacovós disse que mesmo que o vídeo tenha mais te um ano, o crime ainda não perscreveu. "Esse crime ele só perscreve em quatro anos. Então, obviamente isso não vai mudar em nada", disse.

Eles foram indiciados pelos crimes de perigo e direção perigosa. Os dois motoristas vão aguardar o julgamento em liberadade. Os carros passarão por uma perícia no Instituto de Criminalística de Maringá para saber se foram modificados para participar dos rachas.

As imagens dos rachas ainda estão sendo analisadas pelo polícia, que procura identificar todos os envolvidos

Dois motoristas que teriam participado de '"rachas" na BR-487, em Campo Mourão, se apresentaram à Polícia Civil da cidade na tarde de quarta-feira (30). Eles chegaram até a delegacia com os mesmos veículos que foram divulgadas na internet, em que faziam manobras perigosas no meio da rodovia.

 

Segundo o advogado dos rapazes, as imagens teriam sido gravadas há mais de um ano. Um dos jovens estava retornando da propriedade rural da família e "na voltam resolveram parar ali no local, onde já havia outras pessoas fazendo manobras. E então vieram a ser incentivados (..) e acabaram comentendo o que está filmado e demonstrado através das imagens", disse o advogado, Márcio Berbet.

O delegado José Aparecido Jacovós disse que mesmo que o vídeo tenha mais te um ano, o crime ainda não perscreveu. "Esse crime ele só perscreve em quatro anos. Então, obviamente isso não vai mudar em nada", disse.

Eles foram indiciados pelos crimes de perigo e direção perigosa. Os dois motoristas vão aguardar o julgamento em liberadade. Os carros passarão por uma perícia no Instituto de Criminalística de Maringá para saber se foram modificados para participar dos rachas.

As imagens dos rachas ainda estão sendo analisadas pelo polícia, que procura identificar todos os envolvidos.      

veja também