MENU

MPF processa governador do DF por superfaturamento no Pan de 2007

MPF processa governador do DF por superfaturamento no Pan de 2007

Atualizado: Segunda-feira, 16 Maio de 2011 as 1:29

O Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro processou o ex-ministro do Esporte, Agnelo Queiroz, atual governador do Distrito Federal, e ainda outros réus, por superfaturamento no aluguel antecipado da Vila do Pan por dez meses, em 2007, ano dos Jogos Panamericanos no Rio.

A assessoria do atual governador do DF informou que ainda não vai se posicionar sobre o caso.

Na ação, o MPF relata que o custo do aluguel de 1.490 apartamentos da Vila do Pan cresceu 62% sobre o orçamento inicial (de R$ 15,4 milhões, pelo valor de mercado, para R$ 25 milhões), como demonstra relatório do Tribunal de Contas da União (TCU). O MPF informou que os réus estão sujeitos às penas fixadas na lei de improbidade administrativa: ressarcimento do dano, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos, pagamento de multa e proibição de contratar temporariamente com o poder público.

A ação, proposta pelo procurador da República Édson Abdon Filho, tramita na 21ª Vara Federal do Rio de Janeiro. Segundo o MPF, Queiroz cometeu improbidade ao se omitir na fiscalização do uso de verbas públicas.

"Fica clara a intenção de lesar os cofres públicos em benefício de terceiro", afirmou o procurador.          

veja também