MENU

Mulher agride atendente após esperar por atendimento em posto no PR

Mulher agride atendente após esperar por atendimento em posto no PR

Atualizado: Quarta-feira, 9 Novembro de 2011 as 11:04

Uma mulher foi detida pela Guarda Municipal após agredir uma funcionária de uma Unidade de Saúde 24 horas no bairro Sítio Cercado, em Curitiba, na noite de terça-feira (8).

Veja a reportagem do Bom Dia Paraná, da RPC TV

De acordo com os policiais, a mulher era parente de um dos pacientes e teria agredido a atendente porque cansou de esperar pelo atendimento do familiar. Ela afirmou que ficou pelo menos quatro horas esperando o atendimento médico.

No local, outros pacientes também reclamaram da demora. "Nossa ajuda aqui não existe. Ou você tem dinheiro para pagar um plano de saúde ou você vai penar (...) a criança vai sofrer", disse a mãe de um dos pacientes que aguardava na fila.

Luis Girardello, que é coordenador da unidade de urgência e emergência da unidade, afirma que a equipe está completa e que a demora não está relacionada à falta de médicos. "Os pacientes que são classificados com risco de vida são atendidos em menos de dez minutos. Os pacientes que não são classificados como urgência e emergência deveriam ser consultados em unidades básicas de saúde. Por isso, essas pessoas acabam esperando por muito mais tempo porque a demanda é muito grande", relatou.

A mulher detida foi encaminhada para a delegacia. Ela foi indiciada por dano ao patrimônio público, lesão corporal e por desacato a autoridade. Segundo os policiais, ela foi liberada por volta das 6h desta quarta-feira (9).      

veja também