MENU

Mulher compra equipamento para alertar vizinhos sobre assaltos, no CE

Mulher compra equipamento para alertar vizinhos sobre assaltos, no CE

Atualizado: Terça-feira, 6 Setembro de 2011 as 12:38

Cansada de presenciar e sofrer assaltos no Bairro Passaré, em Fortaleza, uma moradora resolveu investir sozinha em um equipamento de segurança para monitorar a área e avisar os vizinhos sobre a ação de assaltantes. “A gente não pode ficar esperando [pelo policiamento]”, diz a mulher que prefere não se identificar.

“Nós [vizinhos] ficamos ligando um para o outro falando sobre a movimentação na rua. Até esperamos uns pelos outros nas calçadas”, conta a mulher. Segundo ela, desde que a câmera foi instalada, há um mês, os crimes diminuíram na área filmada pelo equipamento. Mas aumentaram na outra parte da rua. “Meu vizinho disse que vai comprar o mesmo equipamento e filmar o outro lado”, afirma.

A moradora pagou R$ 2 mil para instalar uma câmera na frente de casa que filma parte da rua. Os alarmes com sensor de movimento disparam sempre que alguém passa pelo terreno localizado atrás da casa dela e de vizinhos. ''Já entraram em minha casa e roubaram por meio desse terreno”, diz a moradora.

A mulher conta ainda que, há dois dias, cada morador da rua paga R$ 40,00 por mês para que um segurança particular os acompanhe até em casa sempre que o perigo é detectado pela câmera ou sensores. “Nós ligamos para o celular dele e ele vai nos acompanhar”, diz.

Ocorrências

De acordo com a moradora, diversos assaltos, mortes e até estupros já ocorreram na via localizada no loteamento Santiago Compostela. No último dia 6 de junho, por exemplo, um entregador de farmácia foi deixar remédios em uma das casas localizadas na rua, acabou baleado e morto. “Os assaltantes não levaram nada, só mataram o rapaz. As farmácias não fazem mais entregas para a gente por causa disso”, conta a moradora.

As abordagens dos criminosos, segundo ela, é facilitada pela existência de terrenos baldios em que os assaltantes se escondem. A rua também precisa de drenagem. “Os ladrões aproveitam que carros e motos reduzem a velocidade para passar pelos buracos na rua, saem do terreno e roubam”, conta.

Prefeitura

O secretário da SER VI Cícero Cavalcante disse que uma equipe técnica irá ao local na quinta-feira (9) para fazer o levantamento dos reparos necessários para solucionar a falta de drenagem e calçamento O Chefe da Distrito de Meio Ambiente da SER VI, Gil Pinheiro, disse também que um técnico da Célula de Limpeza Urbana vai  verificar a denúncia dos moradores e tomar providências.

veja também