MENU

Mulher consegue ligar para polícia durante assalto em Campo Grande

Mulher consegue ligar para polícia durante assalto em Campo Grande

Atualizado: Segunda-feira, 10 Outubro de 2011 as 1:12

Um casal e os dois filhos adolescentes foram mantidos reféns, dentro de casa, em roubo ocorrido nesta madrugada, em Campo Grande. Os ladrões foram presos em flagrante depois que a mulher, mesmo depois de ter sido rendida, conseguiu usar o telefone celular da filha e ligar para o 190, repassando o endereço e avisando o que estava acontecendo.   A tentativa de roubo aconteceu na madrugada desta segunda-feira, no Jardim Noroeste. A vendedora de 37 anos e o marido, caminhoneiro de 38 anos, estavam dormindo quando foram surpreendidos pelos ladrões. A casa não tinha cerca ou portão e os dois homens derrubaram a porta da frente. Armados, eles renderam o casal e disseram que queriam a chave do caminhão, que estava estacionado no quintal.

Após renderem o casal, os ladrões foram até o quarto dos adolescentes, de 12 e 13 anos. “Eu lembrei que a minha filha dormia com um celular embaixo do travesseiro e, quando vi que ela estava com o aparelho na mão, tomei dela”, disse a vendedora.

A mulher então ligou três vezes para a Polícia Militar. Na segunda vez conseguiu sussurrar o endereço da casa. “Depois que eu falei onde eu morava, comecei a gritar para que eles [ladrões] levassem o caminhão, mas que não judiassem da gente”. Os gritos serviram para a polícia entender o que estava acontecendo na casa.

Emocionada, a vendedora disse ao G1 que só pensava nos filhos. “Eles nos amarraram e disseram que iam levar o meu garoto de refém. Eu orava pedindo para Deus não deixar nada acontecer com a gente”, disse.

O sequestro

Segundo a Polícia Militar, a intenção dos assaltantes era levar o caminhão da vítima até Ponta Porã. A vendedora disse que, a todo momento, os ladrões conversavam pelo celular com alguém que estaria dentro do presídio. De acordo com a vítima, os ladrões aguardavam a chegada de outra pessoa que pudesse levar o veículo, pois nenhum dos dois sabia dirigir.

As vítimas ficaram aproximadamente três horas como reféns dos assaltantes. Além do caminhão, os assaltantes estavam planejando levar o carro da vítima, celulares, joias e notebook.

Quando a polícia chegou, os ladrões correram para os fundos da casa. Um deles foi preso e outro conseguiu fugir. O detido confessou que o comparsa morava no bairro Vida Nova e a polícia prendeu o outro suspeito.

Segundo a polícia, os dois homens estavam desempregados e um deles tem passagem por roubo e cárcere. O caso foi registrado como tentativa de roubo e cárcere privado.        

veja também