MENU

Mulher de Zé Elias diz que filhos ainda não sabem de prisão do pai

Mulher de Zé Elias diz que filhos ainda não sabem de prisão do pai

Atualizado: Terça-feira, 26 Julho de 2011 as 4:39

Paulo Toledo Piza Do G1 SP

imprimir

Zé Elias está em carceragem de delegacia em

SP (Foto: Reprodução/TV Globo)

  A atual mulher do ex-jogador Zé Elias afirmou nesta terça-feira (26) que os dois filhos do casal ainda não sabem da prisão do pai. O ex-atleta está desde quinta (21) em uma cela no 33º Distrito Policial, em Pirituba, bairro de São Paulo, por não pagar pensão alimentícia aos filhos que tem com outra mulher. A carceragem da delegacia é destinada a presos que deixam de fazer esse pagamento.

Zé Elias se apresentou à Divisão de Capturas da Polícia Civil após receber um mandado de prisão. O processo está em andamento desde 2006, quando o ex-jogador solicitou a revisão do valor da pensão. Segundo a advogada Rita de Cássia Alves Moura, responsável por sua defesa, o valor da pensão que é pedido é incompatível com a realidade financeira atual. O valor acumulado chega a R$ 1 milhão, de acordo com parentes.     “Pelo que ele diz em cartas, ele está bem, tranquilo, mas preocupado com nossos filhos. Em todas as cartas ele mostra estar preocupado com eles”, disse a mulher do ex-jogador, a médica Renata de Loreto Ribeiro do Val Moedim, de 36 anos. Desde que foi preso, Zé Elias não recebeu visita de parentes e só se comunica por meio de cartas.

Enquanto o ex-atleta está preso, a médica conta aos filhos - um menino de 3 anos e uma menina com 1 ano - que o pai voltou a jogar. “Por um descuido aqui em casa, o mais velho viu na TV imagem do pai com a bola e ficou animado. Mas acho que ele está percebendo que alguma coisa aconteceu.”

Apesar de saber que o marido corria o risco de ser preso por conta da pensão, a notícia a deixou arrasada. “Por mais que a gente se prepare, não está pronto para isso. A saudade está enorme.”

Habeas corpus

Na sexta-feira (22), o desembargador Joaquim dos Santos, da 2ª Câmara de Direito do Tribunal de Justiça de São Paulo, negou, em caráter liminar, o pedido de habeas corpus feito pela defesa do ex-jogador.

José Elias Moedim Júnior foi revelado no Corinthians, clube que defendeu profissionalmente de 1993 a 1996. Ele também teve passagens por outros times grandes, como Bayer Leverkusen, da Alemanha, Internazionale, Bologna e Genoa, da Itália, e pelo Santos. O ex-atleta defendeu a Seleção Brasileira e conquistou a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996.          

veja também