MENU

Mulher e filha ficam 'reféns' dentro de terminal em Sorocaba, SP

Mulher e filha ficam 'reféns' dentro de terminal em Sorocaba, SP

Atualizado: Sexta-feira, 16 Dezembro de 2011 as 1

Cozinheira Alessandra stá refém da paralisação do

transporte público (Foto: Mayco Geretti/ G1) A cozinheira Alessandra Cristina Dantas, 39 anos, está refém da paralisação do transporte público deflagrada na manhã desta sexta-feira (16) em Sorocaba, no interior de São Paulo. Ela usou o único vale-transporte que tinha para entrar no Terminal São Paulo e, se sair do local, não terá como chegar ao trabalho no bairro Granja Olga.

Sem dinheiro e acompanhada da filha Isadora, 6, ela está em uma contagem regressiva que ainda não tem hora para acabar. "É uma agonia. Já deveria estar trabalhando há horas. Meus patrões estão chegando a Sorocaba com convidados para almoçar e nem sabem do caos que está por aqui."        

veja também